Terça-feira, 17 de Setembro de 2019
PCGuia Pro

PDMFC investe em três projectos europeus de investigação

PDMFC New

A PDMFC, uma empresa do Grupo PDM, viu aprovados três projectos europeus de investigação – SECREDAS, AfarCloud e POSITION II – a que se candidatou este ano.

Os três projectos europeus de investigação, ao abrigo do Programa Europeu ESCEL, contam com múltiplos parceiros em vários países e vão exigir um investimento total superior a 120 milhões de euros.

O projecto SECREDAS (liderado pela NXP SEMI CONDUCTORS, na Holanda) é composto por 69 parceiros e tem como objectivo propor e validar uma arquitectura modular para o desenvolvimento de «soluções que garantam segurança, protecção e a privacidade de todos os cidadãos, em particular para sistemas de controlo e automação nas áreas da Saúde e dos Transportes».

O projecto AfarCloud (liderado pela UNIVERSIDAD POLITECNICA DE MADRID, em Espanha) é composto por 60 parceiros e tem como objectivo desenvolver soluções tecnológicas para agricultura de precisão usando tecnologias tão díspares como análise contínua de dados, veículos autónomos, ferramentas de simulação, auto-aprendizagem, entre outras. Estas soluções vão ser testadas em ambientes reais em pelo menos três países europeus (Espanha, Finlândia e Itália).

A PDMFC irá trabalhar no sentido de acrescentar um demonstrador adicional em Portugal. No entanto, este trabalho dependerá da disponibilidade das empresas agrícolas nacionais para servir de Laboratório de Teste.

O projecto POSITION II (liderado pela PHILIPS ELECTRONICS, na Holanda) é composto por 60 parceiros e pretende desenvolver nanotecnologia para instrumentos médicos e que sejam o menos invasivos possível.

«A conjunção da aprovação destes três projectos em simultâneo irá permitir à PDMFC, por um lado, alcançar um patamar de excelência tecnológica nunca antes possível e, por outro, estabelecer uma rede de parcerias com algumas das maiores empresas e centros de investigação europeus, que irá certamente abrir as portas a futuras colaborações quer comerciais quer de investigação», afirmou Luís Miguel Campos, CEO da PDMFC.

Via PDMFC.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×