AT&T recua na intenção de vender dispositivos Huawei nos Estados Unidos

A marca chinesa esperava anunciar a parceria com a operadora americana na CES 2018, mas houve uma mudança de última hora nos planos da AT&T.
Sede AT&T

Segundo uma notícia do The Wall Street Journal, a operadora americana AT&T, que iria começar este ano a comercialização dos dispositivos móveis da Huawei no mercado norte-americano recuou nessa intenção à última hora.

Os dispositivos da marca chinesa já estão disponíveis no mercado americano em algumas lojas físicas e online, mas não tem nenhum acordo de distribuição com qualquer operadora para a distribuição dos seus produtos. A principal razão para esta lacuna na presença da Huawei nos Estados Unidos são os medos que os dispositivos tenham funcionalidades escondidas que permitam a espionagem das comunicações.

Ainda segundo o The Wall Street Journal, os receios acerca deste negócio, que também inclui a venda de equipamentos 5G de baixo cusao, levaram o director da NSA (National Security Agency), Michael Rogers e o ex director do FBI, James Comey, a falar directamente com a administração da AT&T. A Huawei prontificou-se a deixar especialistas de segurança informática a examinar os seus dispositivos para descobrirem potencias backdoors ou vulnerabilidades escondidas.

A Huawei também esteve em negociações com a Verizon, outro operador americano, para fazer chegar os seus equipamentos aos clientes da operadora a preços mais baixos.

Categorias
MobilidadeNotícias

Sou director da PCGuia há alguns anos e gosto de tecnologia em todas as suas formas. Estou neste mundo muito por culpa da minha curiosidade quase insaciável e por ser um fã de ficção científica.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link