Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019
Notícias

iTGROW e ISEC lançam novo programa de reconversão profissional

iTGROW-ISEC-Apostar-em-Ti

A iTGROW anunciou hoje, em parceria com o ISEC (Instituto Superior de Engenharia de Coimbra), o lançamento de um novo programa de reconversão profissional designado de APOSTAR em TI.

A decorrer entre Fevereiro de 2018 e Maio de 2019, o APOSTAR em TI destina-se «a desempregados que tenham frequentado um curso superior, que possuam apetências para as áreas da Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (CTEM) e que estejam motivados para a reconversão das suas competências para o segmento da programação de sistemas embebidos».

As inscrições do APOSTAR em TI já estão abertas e irão prolongar-se até ao dia 15 de Fevereiro de 2018. Podem candidatar-se todos os indivíduos «que acreditem possuir as características adequadas para uma carreira na área das TICE, nomeadamente: curso superior ou frequência do ensino superior; boas capacidades de raciocínio lógico, preparação matemática e afinidade/motivação para as tecnologias da informação; boas capacidades de comunicação e de trabalho em equipa; domínio da língua inglesa; maturidade e motivação para cumprir um programa muito exigente; bem como disponibilidade total para frequentar a formação e o estágio».

O processo de selecção dos candidatos, promovido pela iTGROW, inclui a realização de provas individuais e em grupo e de entrevistas, com o objectivo de seleccionar «aqueles que demonstrarem elevada capacidade para cumprir, com sucesso, as exigências do APOSTAR em TI».

«O nosso objectivo é chegarmos aos 100 candidatos para dentre esses seleccionarmos os 20 a 24 formandos que irão integrar o programa. Terminada a fase lectiva, que irá decorrer de Fevereiro a Julho de 2018, os formandos terão acesso a um estágio profissional remunerado nas empresas parceiras deste projecto. A CRITICAL Software já assegurou que irá receber 50% dos formandos para estágio. A avaliação dos formandos basear-se-á na qualidade dos trabalhos desenvolvidos e apresentados», afirma Catarina Fonseca, Directora Geral da iTGROW.

Os custos da formação (1950 euros) são suportados pelos formandos, através do pagamento de uma propina, dividida em 5 tranches, metade a ser paga no início da formação e o restante valor a ser liquidado em prestações até ao final da formação que irá durar 20 semanas.

Este investimento «é recuperado durante o estágio e os formandos terão à sua disposição soluções de crédito, disponibilizadas pelas instituições financeiras ligadas ao Programa, que lhes permitirão fazer face às despesas com propinas, aquisição de computadores, ou/e à subsistência mensal durante o período lectivo».

Via iTGROW, ISEC.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×