Review – Acer Swift 3

Este Acer Swift 3 faz parte daquele tipo de computadores portáteis a que chamo ‘corrente’.
Acer Swift 3

Ou seja, são relativamente baratos e muito polivalentes. São, por isso, ideais para quem necessita de uma máquina capaz de navegar confortavelmente pela Internet, de fazer a gestão do email sem dar problemas e servir para usar Word, Excel ou fazer programação.

Chamo-lhes ‘computadores correntes’, mas não fique com a ideia de que são piores que os outros. Antes pelo contrário. São estas máquinas que servem de porta de entrada de muita gente neste mundo da tecnologia. E é nesta gama, mais modesta, que está a “incubadora” do público cliente de uma marca, que depois, se gostar da experiência, investe em máquinas melhores da mesma marca, assim que o orçamento o permitir.

Este Swift 3 inclui um processador Intel Core i3, 2 GHz, 8GB de memória RAM e 256 GB de SSD. A gráfica é a integrada no processador, por isso não tem memória dedicada. A máquina está muito bem acabada: o chassis é todo em alumínio cinza, embora à primeira me tenha parecido plástico, talvez pela textura dada pelo acabamento. O teclado chiclete tem um curso muito confortável e não é muito barulhento. Abaixo do teclado, à direita, está um leitor de impressões digitais que, em conjunto com o sistema Windows Hello do Windows 10, permite dispensar a utilização de passwords para aceder ao sistema operativo.

Um pormenor que não é muito comum nas máquinas desta gama é o facto de o trackpad ser grande o suficiente para que se consigam usar três dedos de uma só vez. Ainda em relação a este elemento, o nível de precisão é melhor em relação a outras máquinas, mesmo de gamas superiores. Ainda assim, não dispensa a utilização de um rato.

Em termos de utilização, o Acer Swift 3 é uma máquina competente, mas não tenha grandes esperanças de conseguir fazer algo mais do que as tarefas que descrevi no início deste texto. Isto porque, apesar de evoluído em relação a versões anteriores, o Core i3 é um processador muito limitado. Como pode ver pelos valores das nossas medições, o facto de usar um processador Core i3 penaliza esta máquina de forma muito significativa em praticamente todos os pontos. O único benchmark em que o Acer Swift consegue brilhar realmente é na vida da bateria que conseguiu chegar aos 343 minutos.

Ponto final:

Como disse, esta máquina não é a mais rápida do mundo, mas por 749 euros leva para casa um computador que tem capacidades para navegar pela Internet, trabalhar e ver uns vídeos confortavelmente. A qualidade de construção também está uns furos acima daquilo que consegue normalmente encontrar por este valor.

+ Qualidade geral
+ Autonomia
– Desempenho

Medições: 3
Experiência de utilização: 2
Preço: 3
Nota final: 8

Distribuidor: Acer
Site: acer.pt
Preço: €749

PCMark 8 Work PCMark 8 Home 3D Mark Cloudgate PC Mark 8 Home (Autonomia)
2363 2365 4866 343 minutos

Ficha técnica
Processador: Intel Core i3-6006U Dual-core 2 GHz
Memória: 8 GB, DDR4 SDRAM
Armazenamento: 256 GB SSD
Placa Gráfica: Intel HD Graphics 520
Ecrã: 14″, 1920 x 1080, 16:9
Ligações: USB 2.0, USB 3.0, USB Type-C, HDMI, leitor de cartões SD Card
Dimensões: 340 x 236 x 180 mm
Peso: 1,5 Kg

Categorias
Guia completo

Sou director da PCGuia há alguns anos e gosto de tecnologia em todas as suas formas. Estou neste mundo muito por culpa da minha curiosidade quase insaciável e por ser um fã de ficção científica.
Sem comentários

Deixe um comentário

*

*

Publicidade

RELACIONADOS

Insira o seu nome e endereço de e-mail para receber as newsletters da PCGuia