Patrocinado

Fazer mailing de forma otimizada: Mailify, Gmail ou outros webmails?

Mailify

Fazer email marketing é a chave para um negócio ao ser o mais rentável dos canais de marketing. Fazer email marketing é também uma arte. Fazer email marketing, por fim, é uma questão de usar a ferramenta adequada.

Entre as diferentes opções disponíveis, a mais otimizada é a ferramenta de email marketing, Mailify.

Tem todas as funcionalidades necessárias e pode ser experimentada gratuitamente

Os riscos de fazer email marketing com o Gmail e outros webmails

Seguramente pensará que é absurdo usar uma aplicação de email marketing quando pode fazer newsletters utilizando outras vias e sem gastar um euro. É certo que existem muitas formas de fazer email marketing e que algumas delas não possuem nenhum gasto supostamente. Porém, se o que queremos é fazer email marketing profissional e obter grandes resultados mas querer sempre poupar dinheiro, devemos ter em mente que ao poupar nos pode sair mais caro.

Hoje em dia, existem aplicações devidamente construídas para que qualquer pessoa possa criar as suas campanhas de email marketing a preços muito competitivos. Já sabe que o Mailify é uma delas e oferece uma infinidade de possibilidades para o fazer profissional graças aos seus templates personalizáveis. No post de hoje, explicaremos porque não devem ser utilizados outros sistemas de mail como Outlook ou Yahoo! para enviar newsletters.

Primeiro, devemos ter em conta que sempre que nos propomos a criar campanhas de newsletters através de outros webmails, são os que possuem muitíssimas limitações. Que significa isto? Na grande maioria dos casos, os seus emails não passarão por todos os campos de autenticação necessários e seguramente terminarão na caixa de spam. Quando envia um email, este deve passar por uma série de “etapas” que filtram a sua mensagem para comprovar se cumpre com as distintas políticas de envio e assim reduzir o envio de spam. A diferença dos webmails que temos mencionado, o Mailify não conta com este tipo de limitações. Este sistema de envio da nossa aplicação trabalha com todos estes parâmetros para garantir um envio otimizado.

Agora que já clarificamos as principais limitações de fazer email marketing com webmails como Gmail, vamos ver com mais detalhe alguns dos inconvenientes que supõem o uso de webmails.

Os riscos de fazer email marketing com Gmail:

Menor entregabilidade

Damos ênfase a este ponto já que é o principal no envio de newsletters. Que email marketing triunfa se não é integrado? Tenha em conta que se decide utilizar qualquer tipo de webmail para o fazer, o mais provável é que dedique muito mais tempo para criar conteúdo para que depois seja recebido. Além disso, se está a pensar em enviar um total 5.000 emails, deve saber que um webmail tem um limite de envio de 250 emails. Seguramente passará uma eternidade antes que sejam todos os emails enviados, sim irão ser enviados algum dia, claro.

O spam

Tal como comentamos no início, os webmails tendem a realizar envios muito mais limitados. Corre o risco de converter-se num spammer e isso será pior para a sua reputação. Ao não cumprir com todos os requisitos, o seu email terá muitos números para ganhar um posto na secção de spam de qualquer caixa de entrada (se é que chega a mandar como spam). Umas das consequências de fazer email marketing com webmails como Gmail, é que a sua conta pode ser identificada como spam e então pode ter problemas inclusivamente no momento de enviar emails desde a sua conta a qualquer amigo seu.

Não há personalização

Com Gmail, esqueça a personalização dos seus emails. E o que é um email marketing que não está personalizado? O mesmo que uma pessoa comprar um capacete e não ter mota: um fracassado.

A personalização é a base de toda a campanha de newsletters. No email marketing, é um dos pilares mais fortes da nossa religião. Ao fazer campanhas com webmails, nada nos mesmos pode ser distinto: nem o assunto, nem o conteúdo da mensagem (como por exemplo a localização do destinatário ou o seu próprio nome). Não caia neste erro crasso e não permita que nenhum dos seus emails saiam sem serem personalizados, ninguém tem interesse em ler um email genérico, sem nenhuma personalização. Todos os seus destinatários estão à espera do seu toque e não aceitarão receber nenhuma outra coisa.

Problemas ao gerir a privacidade

A privacidade dos seus contatos é algo essencial. As aplicações de email marketing não partilham as distintas direcções dos destinatários dos seus envios. No Gmail, não irá restar outra opção do que ocultar as direcções dos destinatários para que partilhem entre eles. Se houvesse essa ocorrência, todos os seus contatos teriam acesso a todas as direcções que iria fazer o envio. Mais uma prova que o Gmail não é pensado para fazer email marketing. Em troca, o Mailify não partilha as direcções de email dos seus contatos e garante sempre o mais rigoroso respeito pela privacidade dos seus contatos.

Caos de anulações e devolvidos

Os webmails não tem sistema automático para gerir as anulações e emails devolvidos da sua lista de contatos. Este será um grande inconveniente, já que não poderá manter a sua base de dados limpa. Pelo contrário, uma das vantagens que oferece o Mailify é a possibilidade de gerir todos os seus contatos, a aplicação permite importar as suas próprias listas de forma fácil e otimizá-las para que sejam excluídos de forma automática todos os duplicados, sejam corrigidos os erros e domínios para que sejam excluídos os devolvidos e anulados. Além disso, deteta títulos, algo que incrementa a personalização.

Com uma aplicação como Mailify, evitará mandar emails a pessoas que já não desejam recebê-los e reduzirá o risco de denúncia. Com o Gmail, ao não ter uma base de dados limpa, enviará emails a direções que já anularam e aumentará a insatisfação entre os seus contatos.

Adeus estatísticas

Outro dos inconvenientes de usar o Gmail para fazer newsletters:: nada de estatísticas. Esqueça receber informações sobre os detalhes das suas campanhas de email marketing. Se baseia-se nos envios do Gmail, trabalhará às cegas, já que não saberá os resultados das coisas que estão a falhar e das que necessitam ser melhoradas. Um webmail não é criado para fazer esta classe de envios, portanto, é normal que analise o impacto que terá os seus emails sobre os seus destinatários. Assim se enviar emails através do Gmail, não haverá de forma alguma para determinar os dados mais importantes como a taxa de abertura e a taxa de clicks.

Estas são só algumas das desvantagens de utilizar um webmail como Gmail para fazer email marketing. Agora é a sua vez para determinar se quer enviar campanhas que suponham um grande impacto sobre o seu negócio ou pelo contrário, prefere tentar a sorte e poupar uns euros. Pense bem! Uma vez que envie a sua campanha, já não haverá volta a dar na sua reputação.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×