Conheça as razões dos crashes do Windows

Mesmo com um sistema operativo cada vez melhor e com menos bugs, há sempre alguma coisa que corre menos bem. O resultado acaba, invariavelmente, por crashar o computador e...
Windows 10

Mesmo com um sistema operativo cada vez melhor e com menos bugs, há sempre alguma coisa que corre menos bem. O resultado acaba, invariavelmente, por crashar o computador e por nos deixar à beira de um ataque de nervos. Vamos fazer parar isso.

Mesmo que o Windows já consiga corrigir alguns erros através das suas ferramentas de troubleshooting e de auto-reparação, vai haver alturas em que temos de ser nós a tomar as acções necessárias para evitar crashes. A melhor forma de perceber por que é que o computador dá erros e aceder ao Visualizador de Eventos, onde fica guardado o log do Windows, ou seja, o registo de tudo aquilo que acontece no sistema.

Mensagens “encriptadas”
O problema é que muitos destes registos, embora certeiros, têm descrições que são complicadas de perceber, além de algumas serem muito vagas. Este guia vai ajudá-lo a perceber como “decifrar” os logs de erros, para que consiga analisar o problema e corrigi-lo antes que o seu PC crashe outra vez.

1
Abrir o Visualizador de Eventos
Se usa as versões 8 ou 10 do Windows, a forma mais simples de abrir o Visualizador de Eventos é carregar na combinação de teclas ‘Win+X’ e escolher esta opção do menu que se abre. Se ainda tiver o Windows 7, use ‘Win+R’ para abrir a caixa de diálogo ‘Run’ e escreva eventvwr e carregue em ‘Enter’.

2
Veja um resumo dos logs

A janela do Visualizador de Eventos mostra três secções de informação, concentradas no ‘Resumo dos Eventos Administrativos’, em cima, que mostra todos os logs da última hora, último dia ou últimos sete dias. Tome especial atenção às secções ‘Erro’, ‘Aviso’ e ‘Informações’. Mas não entre em pânico. Ainda.

3
Pesquisar por eventos

Clique em ‘+’ em qualquer secção para a expandir e ver um resumo dos eventos da mesma. Concentre-se em pesquisar por mensagens de erro que tenham acontecido, sensivelmente, à mesma hora dos crashes do PC. Dê um duplo clique sobre uma mensagem para abrir a sua descrição; aqui, tente perceber se alguma coisa se parece com o tipo de erro que está a ter.

4
Procure ajuda online

Tome nota da descrição que lhe parecer estar relacionada com o problema que levou ao crash. No separador ‘Detalhes’ vai encontrar informação mais técnica sobre o mesmo, que também pode ajudar. Em ‘Geral’ está o link ‘Log Online Help’ que, infelizmente, não funciona no Windows 10. Para contornar este problema, aceda a technet.microsoft.com/pt-br/ms772425. Aqui, escreva o número ID do evento (o Error Code que viu no separador ‘Detalhes’) em ‘Inserir ID ou Código’. Clique no ícone da lupa para que lhe seja mostrada uma lista de resultados. Para ver a descrição dos problemas relacionados, carregue em cima de cada um deles.

5
Alargue a sua busca a outras fontes

As soluções da Microsoft nem sempre ajudam a perceber de onde vêm os erros. Se isto acontecer no seu caso a descrição que está no separador ‘Geral’ do Visualizador de Eventos. De seguida, ponha estes dados num motor de busca, como o Google. Se aparecerem poucos resultados, experimente procurar apenas pelo Error Code e por algumas palavras da descrição do erro; se aparecerem vários resultados, ajuste a sua busca ao incluir mais informação, que pode encontrar no log, por exemplo.

6
Pesquisar e filtrar logs

O que acontece se não conseguir encontrar a informação de que está à procura? Então, está na altura de fazer uma pesquisa manual pelos logs. Expanda a área ‘Registos do Windows’ na zona da esquerda, onde vai encontrar os logs divididos em categorias. Em ‘Aplicação’ estão os erros causados por software instalado no PC e em ‘Sistema’ estará tudo aquilo relacionado com o Windows e o hardware.
Os logs registam tudo aquilo que acontece no PC e muita desta informação é irrelevante – pelo menos quando se trata de corrigir um problema. Clique em ‘Filtrar Registo Actual’, no painel da direita, para que lhe sejam apresentados uma série de filtros: tempo, tipo de evento, fontes, ID, palavras-chave. Seleccione os que achar pertinentes para fazer a sua busca e clique em ‘OK’.

7
Crie e grave a sua pesquisa por defeito

Se quiser criar um filtro que lhe dá informação transversal a vários logs, ou se quiser gravar uma pesquisa filtrada que o vai ajudar no futuro, clique em ‘Criar Vista Personalizada’ em ‘Acções’. Isto funciona da mesma forma que os filtros, que vimos no passo anterior: para analisar mais que um log com a nossa pesquisa personalizada, clique no menu dropdown ‘Registos de Eventos’ e escolha os que quiser incluir. Depois, clique em ‘OK’, dê um nome à sua pesquisa e escolha o local onde a quer gravar, na lista ‘Vistas Personalizadas’, que está no painel da esquerda.

Categorias
Guia completo

Jornalista de tecnologias desde 2005, tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil. Gosta de carros rápidos e de hotéis caros. Não tem um helicóptero porque decidiu gastar o prémio do último Euromilhões no desenvolvimento de um smartphone de marca própria.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link