Contra os pop-ups, marchar, marchar

Heróis da informática, nobres utilizadores de computadores valentes e sistemas operativos imortais, está na hora de acabar com uma das vossas maiores dores de cabeça: vamos apontar canhões aos...

Heróis da informática, nobres utilizadores de computadores valentes e sistemas operativos imortais, está na hora de acabar com uma das vossas maiores dores de cabeça: vamos apontar canhões aos pop-ups!

Quem nunca ficou com um cabelo branco por causa de um pop-up que se acuse. E se antigamente só os víamos na Internet, agora estão por todo o lado, inclusive no sistema operativo da Microsoft. É rara a sessão iniciada no Windows que não seja salpicada por balões que surgem no canto inferior esquerdo e que nos interrompem com notificações irritantes. Como se não bastassem os avisos que saltavam de cinco em cinco minutos no Windows 10, o update de aniversário só veio tornar as coisas piores.

Entre tantas janelinhas e balões que nos aparecem no ecrã, há umas que realmente interessam mas às quais acabamos por não ligar, de tão cansados que ficamos. As de segurança são daquelas que vale a pena deixar activas (como as de actualização), mas há outras que podem ser desligadas. Para sempre, de preferência.

Pop-ups dos browsers

A maioria dos navegadores de Internet vem com os bloqueadores de pop-ups ligados. Mas, se por alguma razão vê que a sua experiência está a ser afectada por estas janelinhas de publicidade (muitas vezes, engodo), está na hora de confirmar se a funcionalidade está mesmo activada ou não. Aqui ficam as instruções para os quatro principais browsers:

Edge: aceda ao menu (três pontos) e depois entre nas ‘Definições’ > ‘Definições avançadas’ e verifique se ‘Bloquear janelas de pop-up’ está ligado.

Chrome: entre no menu das opções (três pontinhos), depois em ‘Definições’ e em ‘Mostrar definições avançadas’ > ‘Definições de conteúdo’, em Privacidade. Aqui, certifique-se de que a opção ‘Não permitir que nenhum site mostre pop-ups (recomendado)’ está ligada. Para concluir, clique em ‘Concluido’.

Firefox: clique nas três linhas que estão no canto superior direito e depois em ‘Opções’ > ‘Conteúdo’. A opção ‘Bloquear janelas pop-up’ deverá estar seleccionada.

Internet Explorer: carregue no ícone da engrenagem para aceder ao menu e entre em ‘Opções de Internet’ e depois em ‘Privacidade’. Aqui, ligue a opção ‘Activar Bloqueador de Janelas Pop-up’.

 

Aplicação de Fotografias do Windows 10

A app Fotografias é a usada pelo sistema operativo da Microsoft para mostrar e organizar imagens. Se alguma vez a usou para importar fotografias da sua máquina, por exemplo, já deve conhecer os seus pop-ups irritantes. Para “cortar o pio” a esta app, entre no menu ‘Iniciar’ > ‘Definições’ > ‘Sistema’ > ‘Notificações e acções’. Faça scroll para baixo até encontrar a opção ‘Fotografias’ e desligue as notificações.

 

Segurança

As notificações disparadas pelo antivírus e pela firewall mostram-lhe informações importantes, como o malware encontrado no computador ou as tentativas de ataques que são bloqueadas. Para deixar que estes pop-ups nos “chateiem” à vontade, confirme que tem os avisos de segurança do Windows activados nas ‘Notificações & acções’, no menu ‘Segurança e Manutenção’ do Windows 10. Entre outras coisas, isto garante que os utilizadores do Windows Defender recebem informação sobre os resultados das análises ao sistema e que quem usa o Histórico de Ficheiros seja avisado sempre que o disco de backup esteja cheio.

Outras apps do Windows 10

Há quem sugira deixar as notificações das outras apps do Windows 10 ligadas, mas a pergunta é: quem é que usa as aplicações do Windows? Talvez a de correio, e mesmo assim, esta possibilidade é bastante remota. Por isso, o melhor que tem a fazer é desligar tudo em ‘Iniciar’ > ‘Definições’ > ‘Sistema’ > ‘Notificações & Acções’. Ainda assim, se tiver um peso na consciência e quiser deixar algumas notificações ligadas, faça a triagem em ‘Receber notificações desses remetentes’.

Software de terceiros

Aqui a regra é simples: se instalamos programas de terceiros para os usar em vez das apps da Microsoft ou por qualquer outra necessidade, é porque estamos interessados nas suas mais-valias. Assim, salvo raras excepções, mantenha as notificações ligadas para saber o que é que este tipo de software anda a fazer quando corre em background. Uma destas raras excepções será o Dropbox: se estiver a seu usado por muitos utilizadores ao mesmo tempo, cada alteração ou coisa nova partilhada vai desencadear um alerta no seu desktop. Caso não seja importante para si estar sempre ao corrente daquilo que se passa no seu Dropbox, entre nas definições do software (ícone da engrenagem) e clique em ‘Preferences’. Depois, entre no separador ‘General’ e desactive as opções que estão na área ‘Notify me about’. Todos os softwares que instalar no PC permitem que se desliguem as notificações desta forma, variando uma opção ou uma entrada do menu.

Loja do Windows, dicas e sugestões

Cada vez que instala uma app descarregada da loja do Windows vai receber um aviso em forma de pop-up quando a mesma estiver instalada. Para acabar com isto, desligue as notificações da loja em ‘Notificações & Acções’. E já que está com a mão na massa, aproveite para desactivar o aborrecido aviso ‘Obtenha o Office’, que faz aparecer pop-ups a desafiá-lo para instalar uma versão de teste. Para terminar em beleza, desligue ainda a opção ‘Get tips, tricks and suggestions as you use Windows’ que está por cima de ‘Get notifications from these senders’.

Depois de tudo desligado, ainda há pop-ups?

Se isto acontecer, mais concretamente a partir de programas que não reconhece, o mais certo é ter algum software malicioso (ou não autorizado) instalado no computador. Tente correr o Malwarebytes Free no Windows 10 para que o intruso seja identificado. Também pode recorrer ao Windows Defender para analisar o sistema em busca de anomalias: ‘Iniciar’ > ‘Definições’ > ‘Actualizar & segurança’ > ‘Windows Defender’, onde deve clicar em ‘Análise Offline’ e seguir as instruções que surgem no ecrã.

Categorias
Guia completo

Jornalista de tecnologias desde 2005, tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil. Gosta de carros rápidos e de hotéis caros. Não tem um helicóptero porque decidiu gastar o prémio do último Euromilhões no desenvolvimento de um smartphone de marca própria.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link