Mobilidade

Review – Honor 8

Huawei-Honor-8-01

A Honor (que fora de Portugal é uma marca Huawei, mas por cá é comercializada à parte dos produtos da casa mãe), lançou o Honor 8 em Julho, sucessor do Honor 7 e “primo direito” do Huawei P9.

Com efeito, as semelhanças entre o P9 e o Honor 8 são muitas, mas há diferenças: nuns casos o Honor mostra ter capacidades superiores, mas em outros, o P9 leva a melhor.

Não nos podemos esquecer de que este equipamento, apesar de ser um topo de gama no contexto da Honor, pertence a uma marca que é da Huawei, cujos produtos estão, em teoria, um, ou mais, passos atrás dos produtos da marca-mãe.

Assim, o Honor 8 tem um processador Kirin 950 da própria Huawei, que inclui um processador de oito núcleos composto por um CPU de quatro núcleos Cortex A72 a 2,3 GHz, mais outro CPU Cortex A53 a 1,8 GHz e também 4 GB de memória RAM. No que respeita ao armazenamento, o Honor 8 tem de 32 GB, espaço que pode ser ampliado através de cartões microSD até um máximo de 256 GB.

O ecrã, de 5,2 polegadas (1080 x 1920), usa tecnologia LTPS e os gráficos estão a cargo de um GPU Mali-T880 MP4. A câmara principal é composta, na realidade, por duas câmaras de 12 MP (P9?!), mas ao contrário do que acontece com o primo P9, não há qualquer menção à tecnologia Leica. A frontal é de 8 MP, como acontece com o P9.A bateria é a mesma do P9: 3000 mAh de capacidade. O sistema operativo é o Android 6.0 Marshmallow.

Uma coisa é certa, a qualidade de construção do Honor fica a dever nada à do P9. A grande diferença para o P9 é utilização de vidro na parte de trás. Isto, apesar de conferir ao Honor 8 uma maior suavidade ao toque, pode criar problemas se cair ao chão…

No que respeita à experiência de utilização, é mais ou menos a mesma de todos os outros smartphones da Huawei, pois está presente a personalização EMUI da marca chinesa.

No que respeita ao desempenho, é inevitável a comparação com o P9: pode dizer-se que o Honor 8 não se sai nada mal, apesar de ficar um pouco atrás do “primo”. Digno de nota é o resultado dos testes de bateria, em que o Honor conseguiu quase oito hora a trabalhar sem parar; já o P9 ficou-se pelas quatro horas e meia. Isto só se pode atribuir a uma gestão de energia mais cuidada e a um processador mais lento.

Medições Honor 8 vs Huawei P9

AnTuTu PCMark (Work) 3D Mark PCMark Bateria (min)
Honor 8 89 800 6622 17 960 467
Huawei P9 98 601 7257 20 011 260
PCGuia