Review – Huawei Nova

A gama Nova é composta por dois modelos: os Nova e Nova Plus. As diferenças estão no tamanho do ecrã: o do Nova tem 5 polegadas e o Nova...
huawei-nova-new-01

A Huawei apresentou terminais de gama média a que chamou nova durante a IFA 2016 em Berlim, no início de Setembro. A gama Nova é composta por dois modelos: os Nova e Nova Plus. As diferenças estão no tamanho do ecrã: o do Nova tem 5 polegadas e o Nova Plus, 5,5, embora ambos tenham a mesma resolução. As diferenças estão na câmara e na bateria: 12 e 16 MP, 3020 e 3340 mAh, respectivamente. De resto são exactamente iguais: o CPU é um Qualcomm Snapdragon 625 com oito núcleos (octa-core) a funcionar a 2 GHz, têm 3 GB de memória RAM e 32 GB de memória de armazenagem, que podem ser ampliados, através de cartões de memória microSD, até 128 GB.

Acabamento fora de série
Como é habitual nos smartphones da Huawei, o sensor de impressões digitais está na parte de trás do equipamento e, tal como acontece, por exemplo com o iPhone, basta colocar o dedo no sensor para iniciar a leitura. Para um equipamento de gama média, o Nova tem um acabamento fora de série. É todo feito em metal escovado e está disponível em três cores: Titanium Grey, Mystic Silver e Prestige Gold.O carregamento é feito através de uma ligação USB Type-C mais rápida e versátil que as tradicionais ligações microUSB.

Fotografias com “maquilhagem”
No campo do software, não mudo de opinião – a personalização EMUI da Huawei é a melhor skin de Android de todos os fabricantes de topo, principalmente porque não adultera o sistema operativo da Google em demasia. E mesmo as alterações que faz são de bastante bom gosto.
A qualidade do ecrã é muito boa, oferecendo imagens de bom recorte e saturação de cor.
A app de fotografia inclui algumas funcionalidades que lhe acrescentam um factor de versatilidade: permite a edição das fotos em tempo real em vários modos, como o ‘Beleza’ que tenta remover as rugas das caras das pessoas nas selfies ou o modo ‘maquilhagem’ que aplica maquilhagem virtual nas fotografias. Estas brincadeiras funcionam bem e realmente em tempo real. Já o ecrã é um pouco sensível demais, o que nos levou a tirar uma série de fotos sem querer.

Bateria que dura…e dura
Quanto ao desempenho, o Nova fica quase a meio caminho entre os dispositivos de topo e os de entrada de gama, realçando a vocação para ser dispositivo gama média.
Assim, por exemplo o dispositivo mais rápido que jamais passou por cá obteve 178 mil pontos no Antutu e o Nova chegou 63 mil; já no PCMark, o mais bem classificado obteve 7200 pontos e o Nova 4500. Não há nada como a consistência…
As mais de dez horas de vida da bateria entre cargas em utilização intensiva são um grande ponto a favor.

PCMark Work (bateria) Antutu PCMark Work 3DMark Ice Storm Unlimited
621 min 63 384 4504 13 821
Categorias
Mobilidade

Sou director da PCGuia há alguns anos e gosto de tecnologia em todas as suas formas. Estou neste mundo muito por culpa da minha curiosidade quase insaciável e por ser um fã de ficção científica.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link