Review – QNAP TS-228

A QNAP tem no seu catálogo uma classe de dispositivos NAS pensada para quem não necessita de ter sistemas complicados e cheios de funcionalidades que nunca irá usar....
QNAP TS-228

A QNAP tem no seu catálogo uma classe de dispositivos NAS pensada para quem não necessita de ter sistemas complicados e cheios de funcionalidades que nunca irá usar. É o caso do TS-228, um sistema para utilizadores domésticos que permite a utilização de dois discos de 3,5 polegadas em RAID sem a possibilidade de troca de discos em funcionamento.

O TS-228 tem uma entrada para rede com fios Gigabit, duas entradas USB: uma traseira USB 2.0 e uma frontal USB 3.0 e também um leitor de cartões de memória montado na parte da frente compatível com cartões SD e microSD (através da utilização de um adaptador).

Este NAS parece um disco externo, daqueles que se ligam directamente ao computador. Por isso, ocupa muito pouco espaço, podendo manter-se em cima de uma secretária, ou, se quiser, ser arrumado numa estante para não se dar muito por ele.

Internamente, o TS-228 tem um processador ARM de dois núcleos a 1,1 GHz acompanhado por 1 GB de memória RAM que não pode ser ampliada. O sistema operativo QTS, baseado em Linux, está guardado nos 4 GB de armazenamento flash.

O QTS tem um sistema gráfico de gestão completo que pode ser acedido através de um browser ou, para os mais técnicos, também há possibilidade de se usar uma linha de comandos para um controlo mais completo sobre as funcionalidades do sistema. Como é habitual nestes NAS, os discos podem ser configurados em vários tipos de RAID, com e sem redundância.

O TS-228 oferecer serviços de partilha de ficheiros em rede, compatível com os principais sistemas operativo, servidor web e FTP, servidor de vídeo, áudio e fotos. Mas não acaba aqui: o utilizador pode instalar aplicações que ampliam as funcionalidades do sistema, como por exemplo um cliente de bittorrent para downloads, um servidor de base de dados e web, um servidor de email ou plataformas para a gestão de sites, como o Drupal ou o WordPress. Basta dar uma vista de olhos ao App Center para ver o que está disponível. A instalação destas apps pode ser feita através da interface gráfica.

O NAS da QNAP é muito silencioso e como é também compacto não faz muita ressonância, o que ajuda bastante neste campo. Como já é habitual, testámos a velocidade do QNAP com o nosso conjunto de 600 ficheiros com 4,7 GB e copiámo-lo de e para o NAS, de forma a descobrir a velocidade de escrita e leitura. Para tal usámos dois discos Western Digital de 4 TB configurados em RAID 0 para tentarmos obter o máximo de velocidade possível da drive. Obtivemos 31 MB/s de escrita e sensivelmente o dobro na leitura. Como contraponto, as ligações de rede com fios gigabit suportam cerca de 100 MB/s.

Categorias
ArmazenamentoReviews

Sou director da PCGuia há alguns anos e gosto de tecnologia em todas as suas formas. Estou neste mundo muito por culpa da minha curiosidade quase insaciável e por ser um fã de ficção científica.
Sem comentários

Deixe um comentário

*

*

Publicidade

RELACIONADOS

Subscreva as newsletters da PCGuia e ganhe

%

30

DE DESCONTO NA ASSINATURA ANUAL DA REVISTA.

30

%

Obrigado pela subscrição!

Vai receber um email nosso com um link para activar a subscrição da newsletter. Na página onde confirma a subscrição encontrará um código de desconto de 30% na aquisição de uma assinatura de 12 meses da revista.