Review – Huawei Honor 9

Seguindo a tradição da sub-marca da Huawei, a Honor lançou um novo topo de gama, o Honor 9, que permite desfrutar de 98% das funcionalidades e características do Huawei P10 por um preço significativamente mais acessível.
Huawei Honor 9

Visto usar o Huawei P10 como base, o novo Honor 9 recorre ao mesmo deslumbrante ecrã IPS de 5,15 polegadas de resolução Full HD (1920 por 1080 pixéis), tal como o botão frontal táctil, que funciona também como sensor de impressões digitais. Está ainda incluído o conhecido processador HiSilicon Kirin 960, 4 GB de memória RAM, 64 GB de espaço para armazenamento, bateria de 3200 mAh e dupla câmara traseira.

Ou seja, o Honor 9 tem praticamente as mesmas características (e desempenho) que o modelo de topo da Huawei, mas custa menos 200 euros. Tem que haver aqui alguma coisa de errado.

Design deslumbrante
A Huawei insiste que o P10 é o telefone mais fascinante criado até hoje pela marca, em termos de qualidade de construção e design. Permitam-me discordar, mas essa designação tem que ser atribuída ao Honor 9, que utiliza um painel traseiro em vidro, servindo este para proteger o elegante painel metálico que incluí minúsculos riscos criados a laser que permitem criar um efeito visual similar a um caleidoscópio através da refracção da luz.

Disponível em azul e cinzento prateado numa fase inicial, qualquer uma das versões é fascinante, embora o azul consiga destacar-se mais facilmente, especialmente quando colocado lado a lado de um P10. A construção é de elevadíssima qualidade, com moldura metálica, e os cantos arredondados a contribuírem para a excelente ergonomia.

Câmaras sem Leica
Se em termos visuais o Honor 9 consegue ser superior ao P10 por ser mais original e distinto (pode não ser do agrado de todos), em termos das câmaras, o P10 é ligeiramente superior por meras questões de pormenor. Fisicamente a única diferença está relacionada com a remoção do sistema de estabilização óptica da imagem, detalhe que dificulta a captação de imagens detalhadas e bem focadas em situações com fracas condições luminosas, tal como na captação de vídeo que pode ser até 4K a 30 fps.

Ainda assim, o Honor 9 utiliza o conhecido sistema de duplo sensor traseiro, com um sensor monocromático de 20 MP a servir de intensificador de detalhe para o sensor RGB de 12 megapixéis. Em locais com uma boa luminosidade, as imagens são excelentes, tal como no P10, embora o Honor 9 não conte com os algoritmos Leica.

Conta, no entanto, com algumas novidades a nível de captação de imagens em três dimensões, que possibilitam criar um avatar em 3D da face de um amigo seu (modo Modelo 3D), ou criar uma fotografia panorâmica 3D a um objecto.

Ponto Final
Equipado com componentes topo de gama, com a dupla câmara, processador Kirin 960 e 4 GB de memória RAM, este Honor 9 acaba de se tornar numa compra obrigatória para o preço pedido, menos 200 euros que o Huawei P10, oferecendo praticamente tudo o que este tem para oferecer, com a vantagem de ser bem mais bonito e original.

Antutu 3D Mark Ice Storm Unlimited PCMark 8 Work PCMark 8 Autonomia
148 604 27 249 6667 584 minutos

+ Design deslumbrante
+ Desempenho
– Câmara sem estabilização de imagem


Experiência de Utilização:
6
Medições: 1,9
Preço: 1
Pontuação: 9

Distribuidor: Huawei
Site: hihonor.com
Preço: €459

Características técnicas
Processador: HiSilicon Kirin 960 (4 x 2,4 GHz + 4 x 1,8 GHz)
Memória: 4 GB
Armazenamento: 64 GB (Expansível por MicroSD)
Câmaras: 20 MP + 12 MP
Ecrã: 5,15” IPS (1920 x 1080, 428 ppi)
Bateria: 3200 mAh
Dimensões: 147,3 x 70,9 x 7,45 mm
Peso: 155 gr

Categorias
MobilidadeReviews

Editor da revista PCGuia, com mais de 10 anos no mercado de publicações tecnológicas. Grande adepto de tudo o que seja tecnológico, ficção científica e quatro rodas.

Sem comentários

Deixe um comentário

*

*

Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Insira o seu nome e endereço de e-mail para receber as newsletters da PCGuia