Review – Ecovacs Deebot M85

Os robôs aspiradores não são novidade e têm conquistado cada vez mais adeptos, especialmente porque o nosso tempo é demasiado precioso para o desperdiçarmos com aborrecidas tarefas domésticas. A...
Ecovacs Deebot M85

Os robôs aspiradores não são novidade e têm conquistado cada vez mais adeptos, especialmente porque o nosso tempo é demasiado precioso para o desperdiçarmos com aborrecidas tarefas domésticas.

A Ecovacs lançou um robô aspirador que leva vantagem sobre a concorrência por ser híbrido e permitir dois tipos de limpeza: aspiração e esfregona. Esta é a primeira solução híbrida a chegar ao nosso mercado e promete fazer as maravilhas de todos os que detestam tarefas domésticas.

Comando

Uma das grandes vantagens deste robô e da qual nos apercebemos assim que o ligamos pela primeira vez, é que faz muito pouco barulho. Os aspiradores são, de uma maneira geral, barulhentos e as versões em robô não são muito diferentes, mas o Deebot M85 consegue um bom decibel, permitindo até que vejamos televisão sem grande incómodo. E afinal, é para isso que serve um aparelho destes, para trabalhar enquanto relaxamos.

Design

O Deebot M8 tem muito bom aspecto, com uma construção bem conseguida. Os botões não têm perfil, pelo que o topo é liso, com excepção do botão ‘Auto’, que também serve de On/Off. As cores escolhidas para este robô foram uma mistura de cinzento-escuro brilhante, e preto para o plástico à volta, responsável por amortecer os embates.

Base

É pouco alto, o que lhe permite passar por baixo de muita mobília, chegando a cantos que normalmente obrigam a recorrer a um aspirador tradicional.

Tem muito bom aspecto e encaixa perfeitamente em qualquer canto, passando despercebido. No entanto, acho que lhe fica a faltar uma pega, porque mesmo sendo relativamente leve, podia ser mais fácil de transportar.

Localização depósito

Por baixo da tampa superior está o depósito, bem escondido e bem encaixado, mas a tampa não se segura aberta sozinha, o que pode ser incómodo (ou pelo menos fazê-la bater com muita força).

Sensores

Apesar do avançado sistema de sensores, que deveria evitar muitos encontrões e cabeçadas na mobília, antes de o pôr a trabalhar deve ter o cuidado de garantir que o chão está livre de coisas que possam ficar presas no robô. Mesmo os chinelos serão levados a passear com o M85, se por acaso ficarem entalados entre o robô e o chão. Os tapetes de pêlo comprido estão contra indicados, mas não tivemos problemas com tapetes de pêlo curto, com o Deboot a limpá-los bastante bem.

Se os sensores não evitam todos os encontrões e objectos, como expectávamos, os sensores anti-queda não falham em momento algum, por isso pode até considerar a possibilidade de pôr o Deebot M85 a aspirar o sofá. Nós arriscámos, mas supervisionámos esta operação para evitar um possível acidente.

Opções de limpeza

Opções limpeza

O Deebot M8 permite optar por quatro modos de limpeza distintos, de acordo com o que precisa ou o tipo de casa que tem.

O modo Auto limpa em linha recta e sempre que encontra um obstáculo muda de direcção. A opção Local é boa para ser utilizada quando, por exemplo, acaba de jantar e quer limpar debaixo da mesa. Foca-se na sujidade localizada. Já o modo Intensivo (botão com lupa) é o nosso preferido uma vez que é mais sensível à sujidade e trabalha para uma limpeza mais profunda. Funciona como o método automático, mas com mais insistência em todas as zonas. Existe ainda um método (bastante bom para quem tem animais de estimação que largam pelos), que limpa os cantos.

Temos preferência por utilizar o método Intensivo seguido do que limpa os Cantos, assim garantimos maior limpeza.

No entanto, e apesar dos diversos modos, por vezes o M85 não segue uma lógica de limpeza e se apanhar um obstáculo vira e pode não voltar à zona, em vez de tentar contorná-lo. Isto chega a acontecer mesmo sem qualquer obstáculo, simplesmente não segue até à parede e muda de direcção. Isto significa que um sistema de mapeamento traria muitas vantagens às viagens deste robô. É por esta pequena falha que gostamos mais do método Intensivo.

Além de aspirar também lava o chão, com uma pequena dose de água. Claro que não é a limpeza que conseguimos com a esfregona, mas se usar esta opção quando algum líquido cai ao chão, escusa de ir a correr buscar a esfregona. A mopa inteligente lava e seca, para que não fique um rasto molhado atrás do aspirador. Gostámos muito desta opção e reconhecemos-lhe grandes vantagens, mesmo para quem tem chão de madeira, já que nunca fica mais que uma humidade que some em segundos.

Mopa instalada

Mantendo as sugestões para quem tem animais de estimação, e por isso costuma limpar a casa com mais frequência, faça uma aspiração antes de colocar a mopa, de modo a evitar pêlos presos ao tecido.

O Deebot M85 tem ainda uma opção de aspiração directa, em que se retira a escova e o robot aspira directamente para o depósito. Isto é muito útil para quando existe alguma sujidade maior, como terra ou areia, que não precisa da escova, ou por exemplo, pedaços que comida, que sujariam a escova.

Escova

Dificuldades em reconhecer a doca

O grande problema que podemos apontar ao Deboot M85 está na dificuldade de acoplagem e de localização da doca. Precisa de repetir o processo de acoplagem várias vezes, já que raramente o consegue à primeira, mas esse é um problema que não nos causa grande transtorno.

Doca

Já a dificuldade em localizar a doca leva a que ande algum tempo às voltas noutra zona da casa, sem que esteja a aspirar (algo que podia fazer durante a procura da sua “casota”).

Limpar o depósito

Depósito

O M85 teve de trabalhar intensivamente numa casa com um cão, onde os pêlos se acumulam de um dia para o outro e portou-se muito bem.

Apesar de o depósito não ser muito grande e não permitir duas utilizações seguidas sem ser despejado (pelo menos com os pêlos deixados pelo nosso cão), a escova raramente fica com lixo agarrado. Por isso é só despejar o depósito, limpar o filtro e pô-lo outra vez a trabalhar.

Já o pano lava chão pode ser colocado na máquina de lavar para que fique como novo.

Mopa

Autonomia

O Deboot M85 tem uma bateria de lítio de 2850 mAh que demora algumas horas a carregar, mas que compensa com duas horas de autonomia em aspiração. Tem o ponto negativo de descarregar mesmo que não esteja a aspirar, o que quer dizer que se o robô ficar preso em algum lado ou se o desligar e ele estiver fora da doca, a bateria vai esgotar-se na mesma.

As duas horas autonomia foram suficientes para limpar duas vezes uma casa com cerca de 55 m2.

Relação qualidade-preço

Dificilmente encontrará um robô tão completo por um preço inferior ou até igual. Este tipo de máquinas costuma custar mais 200 euros e nem sequer incluem uma opção de esfregona.

Tendo em conta os 479 euros pedidos, o Deboot M8 da Ecovacs é uma boa aposta para quem quer um mordomo que dê um jeito à casa todos os dias, especialmente se considerar que o pode programar para limpar a uma hora específica. Além dissso, a opção de lavagem de chão é um extra muito interessante que merece ser valorizado.

Para quem percebe de filtros de aspiradores é importante referir que o filtro é HEPA.

O aspirador é distribuído em Portugal pela Ideias Marcianas, mas tendo em conta que pode ser encontrado na Fnac, El Corte Inglés, Media Markt e outras lojas do género, não sei como é que ainda não tínhamos reparado nele!

Categorias
ReviewsRobótica
Sem comentários

Deixe um comentário

*

*

Publicidade

RELACIONADOS

Subscreva as newsletters da PCGuia e ganhe

%

30

DE DESCONTO NA ASSINATURA ANUAL DA REVISTA.

30

%

Obrigado pela subscrição!

Vai receber um email nosso com um link para activar a subscrição da newsletter. Na página onde confirma a subscrição encontrará um código de desconto de 30% na aquisição de uma assinatura de 12 meses da revista.