Review – Asrock Taichi X99

Há muito que as motherboards deixaram de ser coisas verdes com contactos brancos ou pretos para os cabos e placas de expansão. Agora existem em várias cores, com e...

Há muito que as motherboards deixaram de ser coisas verdes com contactos brancos ou pretos para os cabos e placas de expansão. Agora existem em várias cores, com e sem iluminação, escudos coloridos e dissipadores de calor futuristas para proteger alguns componentes. É este o caso da Asrock Taichi, uma motherboard com design minimalista, construída com base no Chipset X99 da Intel com socket LGA 2011-3, compatível com processadores Intel Core i7 e Xeon até dezoito núcleos.

A Taichi tem três slots PCI Express 3.0 16X para as placas gráficas, mais duas slots PCI Express 2.0 1X para a instalação de placas de armazenamento ou de rede. São suportados sistemas de dupla (ou tripla) placa gráfica Nvidia SLI e AMD CrossfireX. Por falar em armazenamento, esta motherboard tem dez entradas SATA 3, uma SATA Express e duas M.2, para a instalação de drives SSD que usem esta norma.

Externamente, estão acessíveis duas entradas USB 3.1 (uma do tipo A e outra do tipo C), cinco entradas USB 3.0 e uma PS/2 (?) para ratos e teclados mais antigos. As ligações de rede estão cargo de duas ligações gigabit com fios e uma sem fios 802.11 ac. Dentro da caixa estão ainda as bridges que permitem a utilização de duas ou mais placas gráficas no único computador.

A Taichi foi uma board claramente pensada para quem quer construir um computador que se possa ver do lado de fora da caixa, toda preta com detalhes em branco. Os escudos dos componentes são brancos e os dissipadores de calor são brancos e pretos, o que lhe dá um aspecto muito sofisticado. A placa não dispõe de iluminação própria, o que, para os adeptos da criação de computadores mais vistosos, pode ser um ponto contra.

As entradas SATA estão colocadas à frente, menos duas que estão “entaladas” entre as slots para as memórias e o dissipador de calor do chipset. O que dificulta um pouco a ligação dos cabos. As slots PCI Express 16X têm uma protecção em metal que, segundo a Asrock lhe confere mais durabilidade.

Montámos a Taichi com um processador Intel Core i7-6800k, 16 GB de memória RAM DDR4 da Corsair, uma gráfica 9800 da Nvidia, um SSD da Neutron XT da Corsair. Como é hábito, não foi feito qualquer tipo de overclocking a qualquer dos componentes. Os resultados dos testes foram muito interessantes e colocaram esta motherboard entre as mais rápidas no Cinebench e no 3D Mark.

PCMark 8 3DMark FS AIDA 64 Leitura AINDA 64 Escrita Cinebench R11.5 Metro Last Light 1920 x 1080
5570 9200 49 430 64 319 20,1 108 fps
Categorias
Componentes

Sou director da PCGuia há alguns anos e gosto de tecnologia em todas as suas formas. Estou neste mundo muito por culpa da minha curiosidade quase insaciável e por ser um fã de ficção científica.
Sem comentários

Deixe um comentário

*

*

Publicidade

RELACIONADOS

Subscreva as newsletters da PCGuia e ganhe

%

30

DE DESCONTO NA ASSINATURA ANUAL DA REVISTA.

30

%

Obrigado pela subscrição!

Vai receber um email nosso com um link para activar a subscrição da newsletter. Na página onde confirma a subscrição encontrará um código de desconto de 30% na aquisição de uma assinatura de 12 meses da revista.