Bosch está à procura de programadores que desenvolvam um novo software para airbags e travões

Em Braga, a Bosch tem, com a ajuda da Universidade do Minho, criado várias soluções tecnológicas para automóveis.

©Bosch
©Bosch

O pólo de investigação e desenvolvimento da marca alemã em Braga foi escolhido para criar um novo software para «airbags e travões de última geração para a mobilidade do futuro». Lembre que, na Cidade dos Arcebispos, a Bosch tem um dos mais importantes centros de I&D europeus, no que respeita à tecnologia automóvel.

De início, esta nova equipa será composta por cerca de «vinte engenheiros de software», que serão recrutados durante um evento que decorre em Braga, nos dias 13 e 14 de Janeiro. Contudo, o objectivo da Bosch é ter sessenta pessoas dedicadas a este projecto, até final de 2023, 

«Portugal continua a ser estratégico para a Bosch e a área de I&D tem sido a nossa prioridade nos últimos anos. Este é mais um reconhecimento das nossas competências, vai permitir diversificar ainda mais as nossas áreas de desenvolvimento e continuar a criar a partir de Portugal para o mundo», diz Carlos Ribas, administrador técnico da Bosch, em Braga.

Em Braga, a Bosch tem, com a ajuda da Universidade do Minho, criado várias soluções tecnológicas para automóveis. Este novo software para travões e airbags é mais um exemplo de «tecnologias que vão representar um marco na inovação e no futuro dos sistemas de segurança de veículos de passageiros, bem como nos futuros veículos autónomos», sublinha a empresa.

Para entrar neste novo processo de recrutamento da Bosch, em Braga, é preciso fazer uma candidatura no site da empresa até 20 de Dezembro. Os perfis seleccionados terão todas despesas pagas (deslocação, alimentação e alojamento) para o evento de Janeiro.