Como Portugal se tornou uma superpotência do futebol europeu

Futebol
Foto - Pixabay

Atualmente em oitavo lugar no ranking da FIFA, Portugal demonstrou nos últimos anos que se tornou uma das grandes potências do futebol europeu ou até mesmo do panorama mundial. O lugar mais elevado na tabela das melhores seleções da FIFA por Portugal foi um terceiro lugar, obtido após as vitórias do Europeu de 2016 e da Liga das Nações, após ter derrotado a França e a Holanda por um a zero.

No entanto, a performance de Portugal no último Europeu foi, no mínimo, desapontante. A seleção portuguesa defrontou a Bélgica a 27 de Junho de 2021, perdendo por um a zero. Mesmo com mais posse de bola, quatro vezes mais remates e, por conseguinte, mais oportunidades, Portugal esteve aquém dos seus objetivos para o torneio. A ideia de Fernando Santos passaria por chegar, na pior das hipóteses, às meias-finais.

Apesar de tudo, Portugal continua no seu auge e tem grandes chances de conseguir bons resultados no Mundial de 2022, com as odds das maiores casas de apostas desportivas a seu favor. Aqui estão algumas razões pelas quais Portugal tornou-se uma potência do futebol:

Melhores Escolas de Futebol do Mundo

Portugal é conhecido por possuir três das melhores academias de futebol do mundo – do Sporting Clube de Portugal, Sport Lisboa e Benfica e Futebol Clube do Porto. São instalações topo de gama consideradas autênticas fábricas de jogadores e que já nos deram a conhecer alguns dos melhores jogadores da atualidade, muitos dos quais fazem parte do plantel da seleção portuguesa. Conheça alguns dos melhores jogadores portugueses que foram formado no país:

Bernardo Silva

Formado no Benfica a partir de 2002, Bernardo Silva é considerado um dos melhores jogadores da atualidade. O médio ofensivo do Manchester City está na sua melhor forma e conta com 48 golos ao serviço do clube.

Diogo Dalot

Dalot é um dos melhores laterais do mercado, formado no FC Porto entre 2008 e 2017. O lateral tem estado em grande forma após a sua venda ao Manchester United em 2018. Dois anos depois, esteve emprestado ao AC Milan durante uma época. Após o seu regresso, rapidamente atingiu a titularidade no United.

Cristiano Ronaldo

Formado pelo Sporting CP, Cristiano Ronaldo é considerado por muitos o melhor jogador de todos os tempos. Ronaldo demonstra não só um domínio técnico incrível mas também um enorme conhecimento táctico, guiando a seleção portuguesa à vitória do Europeu de 2016 após uma lesão. Apesar de já não estar no seu auge, continua a ser uma das melhores armas de Portugal e um jogador valioso no Manchester United, onde atualmente joga.

João Félix

Contrariamente à ideia popular, João Félix iniciou a sua formação não no Benfica, mas sim no FC Porto, onde esteve entre 2008 e 2015. Após a saída da academia do FC Porto, esteve no Benfica até 2019, rapidamente atingindo a titularidade. Foi transferido para o Atlético de Madrid neste ano, por um valor superior a 125 milhões de euros, incluindo objetivos. É considerado uma das grandes promessas do futebol atual e um potencial candidato à bola de ouro nos próximos anos.

Renato Sanches

Renato Sanches formou-se pelo Benfica, onde esteve até 2016. Saiu do clube para o Bayern de Munique, protagonizando uma das transferências mais caras do futebol português – 35 milhões mais objetivos. Apesar de ser uma grande promessa, Sanches nunca se destacou no clube bávaro nem no Swansea, onde esteve emprestado. No entanto, Renato demonstra uma excelente forma física, especialmente ao serviço da seleção portuguesa.

João Cancelo

João Cancelo é provavelmente o melhor lateral direito da atualidade. Fez parte da formação do Benfica entre 2007 e 2013, eventualmente sendo emprestado ao Valência e ao Inter. Entre 2018 e 2020, Cancelo passou pela Juventus, ao lado de Cristiano Ronaldo, e pelo Manchester City, onde atualmente joga com Bernardo Silva.