Sony WF-1000XM4

Os WF-1000XM4, a nova encarnação dos auscultadores topo de gama in-ear da Sony, estão cheios de funcionalidades, e trazem um novo driver de 6 mm que promete um som melhor em relação à geração anterior.
wf-1000xm4_caixa_Preto

Com um nome que parece a designação de um projecto de um avião altamente secreto, ou uma arma desenvolvida por um vilão do James Bond, esta é a nova versão dos populares auscultadores in-ear com cancelamento de ruído da Sony.

Em comparação com o modelo anterior, estes auscultadores têm um driver de 6 mm completamente redesenhado. O processador também é novo, agora chama-se V1 e controla todas as funcionalidades principais dos auscultadores, do som ao cancelamento de ruído activo.

Outras novidades incluem a certificação IPX4, o que quer dizer que são resistentes a salpicos, por isso podem ser usados à chuva ou em durante o exercício físico. A bateria do estojo de carregamento e transporte pode ser carregada sem fios, através de tecnologia de indução.

Design

Ainda em relação ao modelo anterior, os auscultadores são substancialmente mais pequenos e as dimensões da caixa de carregamento também foram reduzidas.

No que respeita à ergonomia, os WF-1000XM4 oferecem algumas dificuldades. Passo a explicar: para que a esponja dos auscultadores se adapte ao canal auditivo, para servir como uma primeira barreira ao ruído ambiente, eles têm de ser rodados e empurrados para dentro do ouvido, o problema é que nem sempre se consegue pô-los na posição correcta, o que leva a um som de menor qualidade.

WF-1000XM4_Sos

Apesar disto, os auscultadores nunca dão a impressão de que vão cair dos ouvidos e mesmo a andar eles ficam sempre seguros.

No geral, estes auscultadores têm um aspecto moderno e são bastante mais discretos que os do modelo anterior. Estão disponíveis em branco e preto.

Bateria

A espessura dos WF-1000XM4 permite a utilização de uma bateria com muita capacidade. Com uma carga conseguem-se 8 horas de audição, mesmo com o sistema de cancelamento de ruído activado. O estojo de carregamento consegue carregar a bateria dos auscultadores completamente por duas vezes, o que quer dizer que a vida de bateria pode chegar um total de 24 horas de utilização.

Se desligar o cancelamento de ruído, a vida total da bateria sobre para 36 horas.

Para lá da música

Estes auscultadores oferecem também um conjunto de funcionalidades extra que vão para lá da música e que dão bastante conforto ao utilizador. Por exemplo, a aplicação que acompanha os auscultadores consegue detectar se o utilizador está a andar numa rua e automaticamente reduzir o nível de cancelamento de ruído para que haja uma maior percepção do que o rodeia e assim evitar acidentes.

Na mesma linha, quando o utilizador começa a falar, o software reduz o volume da música automaticamente, para que se consiga manter o diálogo. Se, ao fim de 15 segundos não for dita mais nenhuma palavra, o volume volta ao nível anterior, também automaticamente.

Se levar um dedo ao auscultador da esquerda, consegue-se fazer o mesmo. O sistema funciona e até bem demais. Por vezes, quando se tosse, o software interpreta o som como se fosse uma palavra, e reduz o volume.

Configuração

A configuração inicial do WF-1000XM4 não podia ser mais simples. A primeira coisa a fazer é a instalação da aplicação da Sony (disponível para Android e iOS) e depois é só abrir a caixa de carregamento para os emparelhar com o smartphone.

Esta é a configuração básica. No entanto, a Sony oferece muitas mais opções que permitem ao utilizador afinar ao máximo o desempenho dos auscultadores.

Uma das configurações oferecidas é o modo automático que usa os microfones dos auscultadores para avaliar a forma como as pontas de espuma se adaptam aos seus ouvidos. A aplicação toca uma música genérica para avaliar a quantidade de som que se escapa para ver se é necessário alterar para uma ponta maior. Estão incluídas 3 pontas de calibres diferentes.

Depois há o 360 Reality Audio, um sistema de simulação de som envolvente. O processo de configuração desta funcionalidade envolve tirar fotografias aos seus ouvidos. O utilizador posiciona a cabeça à frente da câmara e a aplicação usa um algoritmo de “detecção de orelhas” para tirar uma fotografia. Como calcula, é difícil para uma pessoa sozinha tirar uma foto das suas próprias orelhas, mesmo quando há uma inteligência artificial a ajudar. Assim que conseguir tirar as fotos correctamente, a aplicação executa um processo automático de configuração que demora 30 segundos.

Mesmo quando a configuração desta funcionalidade estiver terminada, ainda há muito para configurar. Pode alterar os parâmetros do equalizador, alterar as funções que são activadas através dos controlos por toque e afinar os modos de cancelamento de ruído.

O modo de cancelamento de ruído adaptativo, permite ainda registar localizações específicas para que os auscultadores saibam antecipadamente o tipo de ruído existente e assim adaptarem o cancelamento mais rapidamente.

Se quiser afinar ao máximo o desempenho dos auscultadores, conte pelo menos com 30 minutos para explorar todas as opções de configuração.

Qualidade do som

O novo driver de 6 mm, que a Sony usa nestes auscultadores, consegue realmente entregar um som excelente. Usei a playlist do Spotify ‘Songs to test headphones with’, composta por um conjunto de temas que tentam dar uma ideia do desempenho dos altifalantes numa vasta gama de frequências, e rapidamente se constata que os WF-1000XM4 são capazes de reproduzir a maioria das tonalidades do som, com uma resolução muito boa para uns auscultadores deste tamanho. E o sistema de cancelamento de ruído não remove nenhuma profundidade ao som, como acontece por vezes noutros dispositivos deste tipo. Mesmo quando está no máximo.

Mas, para ter um som com um máximo de qualidade, as pontas de espuma dos auscultadores têm de estar bem ajustadas aos ouvidos, porque se não estiverem, os graves degradam-se e o som fica sem qualquer profundidade.

Mais especificações

Estes auscultadores da Sony são compatíveis com Bluetooth 5.2 e com um máximo de largura de banda de 990 kbps e permite reproduzir algumas frequências que estão para lá da capacidade auditiva humana, graças ao CODEC LDAC. Isto permite tirar o máximo partido de serviços de streaming que fornecem streams de alta qualidade, como o Tidal. O F-1000XM4 também são compatíveis com DSEE Extreme, um algoritmo que faz upscaling de ficheiros que tenham um bitrate mais baixo. Francamente, não consegui detectar grandes diferenças na qualidade do som com esta funcionalidade ligada.

A funcionalidade 360 Reality Audio só funciona com temas que tenham sido misturados de propósito para a utilizar.

Os auscultadores apenas podem estar ligados a um dispositivo de cada vez, por isso se o utilizador estiver a usar vários dispositivos ao mesmo tempo, tem de escolher a qual os auscultadores estão ligados.

No que respeita às chamadas telefónicas, os WF-1000XM4 cumprem os mínimos. Estes auscultadores têm um sensor ósseo para ajudar os microfones a captar a voz do utilizador quando estão a ser usados para chamadas. Durante as chamadas, os interlocutores não tiveram problemas a ouvir, mas as chamadas tinham algum ruído.


Distribuidor: Sony

Preço: €280


Selo PCGuia Excelência