MobilidadeReviews

Neffos C7 Lite

Classificação

Medições2.7
Experiência de Utilização4.8
Preço / Qualidade5

A rever

  • Ângulos de visualização do ecrã
  • Lentidão
  • Armazenamento

Ponto final

4.2Mesmo com uma versão mais leve do Android 8.1 (a Go) o C7 Lite arrasta-se pelos menus, pelas apps e é globalmente mau. Pense muito bem antes de ter o preço em consideração em detrimento da qualidade e da utilização fluída de um smartphone.

Ainda na caixa, as primeiras impressões que temos sobre o Neffos C7 até são boas; o ecrã é grande o suficiente para o smartphone que custa menos de oitenta euros e a configuração da câmara traseira assenta num design oval apelativo, no topo e a meio do telemóvel. Mas, assim que começamos a usar este modelo, percebemos rapidamente a razão pela qual estamos perante um representante da gama baixa desta marca que pertence à TP-Link.

Para começar e mesmo à antiga, a tampa é em plástico e tem de se tirar para meter a bateria, o cartão SIM e um microSD – e é mesmo melhor que tenha este último (pode ser até 128 GB), uma vez que o armazenamento-base do Neffos C7 Lite é de apenas 16 GB, o que hoje em dia não dá para quase nada. Se lhe dissermos que destes 16 GB, 4 já estão ocupados pelo sistema operativo e pelas apps que vêm a encher este modelo, então prepare-se para uma pequena dor de cabeça quando tiver de guardar muitas fotografias, músicas e vídeos.

E já que falamos em multimédia, o que esperar de um smartphone de oitenta euros: pouco, muito pouco. As máquinas fotográficas, quer a traseira, quer a frontal, só se vão portar bem se tivermos muita luz disponível, e mesmo assim os resultados parecem ter saído de um smartphone com uns quatro ou cinco anos. Infelizmente, nestes casos, os preços são bem reveladores da qualidade dos equipamentos.

Há muito pouco, quase nada, que nos leve a recomendar este Neffos C7, a não ser o facto de ser um smartphone com um ecrã generoso (quase seis polegadas, mas impossível de ver correctamente de determinados ângulos) por menos de cem euros – e se procurar bem na Internet, até o pode encontrar dez a quinze euros mais barato, mas para já há o título que ninguém lhe pode tirar: o de pior (em todos os parâmetros usados nas nossas análises, nem sequer conseguiu correr o benchmark AnTuTu) smartphone testado em 2019 pela PCGuia.


Distribuidor: TPLink

Site: neffos.com.pt

Preço: €79,99


Benchmarks

  • AnTuTu: 0
  • 3D Mark Ice Storm Unlimited: 3402
  • PCMark 8 Work: 2935
  • PCMark 8 Autonomia: 290 minutos

Ficha Técnica

Processador: MTK MT6739WA (4 x Cortex A53 a 1,3 GHz)
Memória: 1 GB
Armazenamento: 16 GB (expansível até 128 GB)
Câmaras: 8 MP (traseira) + 5 MP (frontal)
Ecrã: 5,45” FWVGA+ (960 x 480), 197 ppi
Bateria: 2200 mAh
Dimensões: 150,7 x 72,5 x 10,2 mm
Peso: 164 gr

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×