Review – Hisense H55N8700

Depois de termos sido surpreendidos pela excelente relação preço/qualidade da Hisense N5750, chega-nos a vez de testarmos um modelo de gama média alta, o N8700, na sua vertente de 55 polegadas.

Este televisor destaca-se pelo design premium, ao usar uma moldura praticamente inexistente e um pé metálico bastante atraente. O ecrã corresponde à designada categoria ULED da Hisense, ou seja, é IPS (daí os bons ângulos de visualização) com iluminação LED; contudo, aqui a marca chinesa afirma ter optimizado os pixéis do ecrã para intensificarem o contraste e a vivacidade das cores, um pouco à semelhança do que acontece com os ecrãs de tecnologia Quantum Dot, mas sem a necessidade de implementação de mais uma camada de filtro no ecrã.

Para garantir resultados ainda melhores em termos de contraste, é utilizado um sistema Local Dimming de dezasseis zonas, ou seja, a iluminação do ecrã está dividida neste número, sendo controlada individualmente. O resultado é surpreendente, sendo este ecrã capaz de produzir até mil nits de brilho, perfeito para tirar partido das mais exigentes normas em termos de qualidade de imagem, como as normas HDR 10 e HLG. Isto permite reproduzir imagens com uma elevadíssima qualidade a uma resolução máxima de Ultra High Definition (4K) com HDR, perfeito para tirar partido de fontes específicas como o Netflix, YouTube e Amazon.

Infelizmente, quando o sinal é fraco ou quando a fonte é tem resoluções baixas (como SD), não espere milagres do sistema de upscaling, existindo ainda situações onde a saturação das cores possa ser exagerada, obrigando-nos a ajustar as definições de imagem. Este problema não ocorre nos jogos, sendo um prazer jogar FIFA 18 ou Forza 7 neste televisor. A qualidade de som reproduzida por um sistema estéreo de 10 W também surpreendeu para um ecrã com estas dimensões, embora esteja longe de deslumbrar quanto a soluções de áudio dedicadas, como uma barra de som ou sistema de home theater, estas últimas ideais para equiparar a qualidade sonora à qualidade de imagem reproduzida.

Por fim temos o sistema operativo VIDAA U2, uma plataforma proprietária que, embora não permita a instalação de aplicações através de uma loja, tem um funcionamento muito rápido e eficaz, garantindo um tempo de arranque e de utilização significativamente inferior a aplicações equivalentes para outras plataformas rivais (como WebOS ou Android TV).

Ponto Final

O visual premium desta N8700 corresponde à qualidade de imagem oferecida, embora em certas situações a imagem esteja incorrecta em termos de saturação. Fomos ainda surpreendidos no funcionamento rápido e isento de falhas da plataforma Smart TV VIDAA U2.

+ Funcionamento do sistema Smart TV
+ Qualidade de imagem
– Imagem saturada em certas situações

Funcionalidades: 2
Experiência: 3,5
Preço: 3,5
Pontuação: 9

Selo Reviews

Distribuidor: Hisense
Site: hisense.pt
Preço: €1099

Ficha técnica:

Dimensão: 55 polegadas
Resolução: 4K HDR (3840 x 2160)
Ligações: 3 x HDMI, Ethernet, 2 x USB
Consumo: 103 W
SmartTV: VIDAA U2 (Proprietário)

Categorias
ImagemReviews

Editor da revista PCGuia, com mais de 10 anos no mercado de publicações tecnológicas. Grande adepto de tudo o que seja tecnológico, ficção científica e quatro rodas.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link