Levoo: e todo o tempo de espera a app levou

Para quem está farto de esperar nas filas dos restaurantes, a Levoo é a startup que criou uma app que quer terminar com os tempos mortos de espera.
Anna Arany - Levoo

Se há coisa de que ninguém gosta, é esperar em filas, nomeadamente nas filas das áreas de restauração. No ano passado, surgia a Levoo, uma startup portuguesa que quis «optimizar a experiência de restauração do consumidor», como dizem os responsáveis.

A Levoo funciona através de uma aplicação móvel, na qual o consumidor pode encomendar a refeição que pretende e depois esperar pela notificação para a ir buscar ao ponto de recolha. «Basta seleccionar o restaurante pretendido e o prato, esperar que a sua refeição fique pronta e recolher no restaurante escolhido», descrevem os responsáveis. Além da app, a Levoo tem outra vertente: os kiosks como presença física da empresa, em alguns espaços comerciais. Na app, o utilizador recebe uma notificação para recolher o pedido; nos kiosks, uma SMS.

A ideia para a criação da startup começou com um dos fundadores a fazer contactos com empresas internacionais de entregas de comida em casa: «Percebemos que havia uma oportunidade de explorar um mercado um pouco diferente, aquele em que as pessoas buscavam maior comodidade na encomenda da sua refeição e não queriam perder tempo nas filas», explicam os responsáveis da Levoo. Da ideia até à finalização da aplicação passaram-se oito meses, com a fase inicial da Levoo a arrancar no Amoreiras Shopping Center, em Lisboa, com a app.

O modelo de negócio Levoo
A Levoo descreve o seu modelo de negócio como algo para «trazer benefícios tanto para o consumidor quanto para o restaurante». O consumidor procura «simplicidade e comodidade, ao mesmo tempo que o restaurante procura ‘focus’ nas operações, redução de custos e aumento de vendas», indicam os fundadores.

Em troca, a Levoo cobra uma comissão aos restaurantes para estarem envolvidos no negócio. Ao longo deste ano de actividade, a Levoo tem tido alguns apoios pelo caminho, de «cadeias de restauração, da Paypal, da SIBS, com o MBWAY, e do Grupo Auchan», indicam.

«A app é o nosso motor, os kiosks são um veículo para criar confiança na marca», explicam os fundadores da Levoo, que já tem kiosks no Alegro de Alfragide, por exemplo. «A estratégia da empresa é ter a app em mais restaurantes em Lisboa», e ter o foco em «dar apoio nas operações, para que tudo corra o melhor possível para o cliente e para o ponto de venda».

Categorias
Start-up

É fã de tecnologia que lhe permita facilitar a vida e tem pavor a todo e qualquer sinal que diga bateria fraca. Passa a vida a ouvir música.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link