Já são conhecidos os vencedores do Fraunhofer Portugal Challenge 2017

Concurso organizado pelo Fraunhofer Portugal AICOS.
Fraunhofer-Portugal-Challen

Um projecto que pretende facilitar o desenvolvimento de aplicações interactivas multimodais, multidispositivo, multiplataforma e multilingues, da autoria de Nuno Almeida, e um método que permite uma melhor e mais fiável avaliação de imagens de ressonância magnética cerebral de pacientes com esclerose múltipla, da autoria de Rafael Simões, foram as ideias galardoadas com o 1.º prémio nas duas categorias a concurso (Mestrado e Doutoramento), no evento de encerramento do Fraunhofer Portugal Challenge 2017, que decorreu na passada quarta-feira.

O concurso organizado pelo Fraunhofer Portugal AICOS desafiou estudantes e investigadores portugueses a apresentar a ideia desenvolvida na respectiva tese de Mestrado ou Doutoramento.

Os vencedores receberam prémios científicos no total de 9 mil euros, que poderão servir de impulso para concretizarem as suas ideias.

Ainda na categoria de Doutoramento, o 2º lugar foi atribuído a Nuno Moniz, que desenvolveu um método de previsão de popularidade de conteúdo online. O terceiro classificado foi José Sousa, que criou um novo método de investigação de acidentes de viação, baseado na utilização de Veículos Aéreos Não Tripulados (VANT), também conhecidos como drones.

Já na categoria de Mestrado, João Monteiro arrecadou o título de 2.º lugar, com a app HealthTalks, que funciona como um sistema gestão de informação médica pessoal e pretende melhorar a comunicação entre médico e paciente, fornecendo informações sobre termos médicos.

A ideia de João Ferrão, um biossensor colorimétrico não enzimático em papel, que determina níveis de glucose de forma fácil, rápida e barata, mereceu o 3º lugar.

O concurso premeia a investigação de utilidade prática nas áreas das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), Multimédia ou outras Ciências conexas, nomeadamente ideias inovadoras que serviram de base a teses de Mestrado ou Doutoramento.

Nesta edição foram submetidas 44 candidaturas, oriundas de 21 Instituições de Ensino Superior diferentes, de todo o país, incluindo Madeira e Açores.

As ideias foram avaliadas de acordo com critérios como o grau de inovação, exequibilidade técnica, e potencial de mercado. Os projectos foram avaliados por um júri composto por membros do Fraunhofer Portugal AICOS, nomeadamente: Liliana Ferreira (Directora), Pedro Almeida (Membro do Conselho Executivo) e Filipe Soares (Presidente Interino do Conselho Cientifico), bem como um painel de peritos convidados que incluiu João José Pinto Ferreira (Director de Curso de Mestrado em Inovação e Empreendedorismo Tecnológico da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto), Clara Gonçalves (Directora Executiva do UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto), Pedro Aguiar (CEO da Ah Business) e Nuno Carvalho (CEO da Healthcare City).

Via Fraunhofer Portugal.

Categorias
PCGuia Pro

Terra. Europa. Portugal. Lisboa. Elite: Dangerous. Blade Runner. Star Trek. Star Wars. Kraftwerk. Project Pitchfork. Joe Hisaishi. Studio Ghibli.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link