Notícias

Visa divulga resultados do estudo Digital Payments

Visa-Portugal-New-01

A Visa divulgou os resultados do seu estudo anual Digital Payments, que analisa o comportamento do consumidor em torno dos pagamentos digitais, desde compras contactless até compras online, bem como atitudes relacionadas com privacidade e segurança.

Segundo a Visa, a adopção de dispositivos móveis para gerir dinheiro, realizar operações bancárias e efectuar pagamentos é maior do que nunca, já que 77% dos europeus e 75% dos portugueses utilizam agora os seus dispositivos móveis para acompanhar as suas finanças e realizar pagamentos diários.

O estudo deste ano revela que 59% dos portugueses verificam o saldo ou acedem a outros serviços através de uma aplicação bancária. O país segue a tendência da média europeia encontrando-se ligeiramente acima da sub-região dos países ocidentais (58%).

A nível europeu, é de assinalar que mais de dois terços (68%) dos europeus usaram uma carteira digital (por exemplo, o PayPal), um serviço de card-on-file (onde o website armazena os detalhes de pagamento) ou um serviço de pagamento móvel. Este número sofreu um aumento face aos 63% em 2016.

O estudo Digital Payments revela ainda que 94% dos “Millennials” portugueses esperam tornar-se utilizadores de Mobile Money dentro de três anos (vs. 92% dos europeus), um crescimento expectável de 16% em três anos. Estes lideram a população em geral quando se trata de utilizar dispositivos móveis para transferir dinheiro para amigos e familiares com 52% dos portugueses em comparação com 42% da própria média portuguesa.

A nível europeu, as preocupações com a privacidade diminuíram de 51%, em 2016, para apenas 46%. Em Portugal, a percentagem é ligeiramente superior, com 50%.

As preocupações com a segurança assistiram a uma diminuição ainda maior, passando de 65%, em 2015 e 2016, para os actuais 59%. Em Portugal, a segurança ainda é uma preocupação (64%) – a média europeia no ano passado.
84% dos consumidores europeus expressam confiança na biometria como um método seguro de autenticação, acima da percentagem inferior de 59% no ano passado. Verifica-se um aumento para 86% no caso português ligeiramente acima dos países da Europa Ocidental.

Os consumidores portugueses definem uma linha clara quando se trata de partilhar dados pessoais, como o cartão de pagamento ou detalhes bancários. Os membros das famílias tiveram a maior classificação de confiança em 42%, seguidos pelos bancos (36%) e agências governamentais (33%).

A maior parte das pessoas entrevistadas (82%) expressaram desconforto relativamente à partilha de dados pessoais sensíveis com as redes sociais, incluindo dois terços (64%) que admitem incómodo na partilha da conta bancária ou detalhes do cartão de pagamento com as redes sociais. Três quintos dos entrevistados portugueses sentiram-se confortáveis ao partilhar os seus detalhes biométricos com bancos (64%) e agências governamentais (67%).

De acordo com o estudo Digital Payment da Visa, na Europa, as cinco categorias de retalho mais populares para pagamentos móveis são restaurantes, supermercados, circulação/ tráfego, comida e bebida de conveniência, lazer e entretenimento.

Via Visa Inc.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×