Conselhos da Kaspersky Lab para gerir os cookies dos browsers

É possível apagá-los a partir das definições do browser, tanto periodicamente no histórico como configurando a opção de apagar automaticamente.
Cookies-Hardware-New

Os cookies, pequenos ficheiros depositados no seu computador cada vez que visita um website e que servem para que esse site se “lembre da sua visita”, têm como objectivo facilitar a vida dos utilizadores, mas, por vezes, podem não ser um elemento 100% positivo.

Os especialistas da Kaspersky recomendam começar por fazer uma distinção entre: cookies de origem e cookies de terceiros. Os cookies de origem não vão mais além da sua própria rede (quando a página Web é fechada, já não se aplicam).

Também são suficientes para, em vários casos, recordar as preferências na Web e manter a sessão iniciada de forma permanente.

Os cookies de terceiros não estão limitadas nesse sentido. Estes poderão ser, por exemplo, de uma empresa responsável pelos anúncios nas páginas visitadas.

Por exemplo, têm acesso às suas visualizações numa loja online e, quando visita outra página Web como a de um jornal que tenha o mesmo publicitário, aparecerá um anúncio sobre o mesmo objecto ou objectos semelhantes aos visitados na loja.

Estes poderiam ser os aspectos “menos” incómodos dos cookies de terceiros. No entanto, a informação não desaparece, apenas se acumula para formar uma “imagem” completa do utilizador, que as empresas utilizam em seu proveito e sem qualquer obrigação de protecção dos dados.

Também é necessário diferenciar os cookies de sessão dos cookies persistentes. Os primeiros navegam pela Web, configuram um website e as suas páginas para que apareçam no idioma previamente escolhido.

Se voltar à página no dia seguinte, terá de voltar a estabelecer as preferências. Ao fechar a página, os cookies de sessão são eliminadas.

Já os cookies persistentes ficam no computador e permanecem até que caduquem ou sejam apagados. O mais importante é saber como estes podem ser controlados.

É possível apagá-los a partir das definições do browser, tanto periodicamente no histórico como configurando a opção de apagar automaticamente.

A Kaspersky Lab deixa uma série de conselhos que pode manter-nos em segurança face aos hackers:

1. Limpar ou eliminar os cookies. Nada tão simples como eliminar o histórico de navegação e os cookies ao terminar a sessão.

2. Alterar as definições do browser de forma a ter o controlo sobre a informação de rastreio dos cookies. Aceder aos ajustes de privacidade do browser e configurar as opções.

3. Usar Add-ons. Ao utilizar esta ferramenta do browser, conseguimos gerir os cookies de forma mais específica e, inclusivamente, activar apenas aqueles com os quais queremos partilhar a nossa informação online.

4. Partilhar com moderação. É conveniente não introduzir dados pessoais em websites onde os cookies os possam armazenar e recordar a importância de não deixar aberta qualquer conta ou sessão.

5. Proteger-se. Ter instalada uma solução de segurança que permita manter o controlo da privacidade.

Via Kaspersky Lab.

Categorias
InternetNotíciasSegurançaSoftware

Terra. Europa. Portugal. Lisboa. Elite: Dangerous. Blade Runner. Star Trek. Star Wars. Kraftwerk. Project Pitchfork. Joe Hisaishi. Studio Ghibli.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link