IBM antecipa impacto da inteligência artificial nas profissões e nos sectores

A IBM Portugal realizou em Lisboa a Watson Portugal Summit 2017, onde apresentou as tendências tecnológicas e de negócio, deu a conhecer casos reais baseados no sistema Watson, a...
IBM-Evento-New

A IBM Portugal realizou em Lisboa a Watson Portugal Summit 2017, onde apresentou as tendências tecnológicas e de negócio, deu a conhecer casos reais baseados no sistema Watson, a plataforma de Inteligência Artificial (IA) da IBM, e promoveu um painel interactivo sobre a transformação actual que estamos a assistir nos postos de trabalho e ao nível das competências.

Acredita que daqui a 10 anos a sua função será substituída por um robô ou vai deixar de confiar no seu médico face a sistemas inteligentes que processam 5 mil novos ensaios médicos por dia, foram algumas das perguntas em directo colocadas aos participantes para votarem e depois comentadas por vários gestores e líderes de topo do nosso país.

O IBM Watson tem vindo a consolidar-se como a plataforma de inteligência artificial para as empresas e está disponível através de APIs e de produtos SaaS.

O IBM Watson é um sistema que aprende à escala, raciocina com um propósito e interage com humanos de forma natural para apoiar a tomada das decisões. A computação cognitiva utiliza tecnologias de linguagem natural, de machine learning e de raciocínio automático.

Estas capacidades foram desenvolvidas para resolver uma grande variedade de problemas práticos e adoptar novas descobertas nos vários sectores.

O IBM Watson pode analisar e interpretar dados, incluindo texto não estruturado, imagens, áudio e vídeo, oferecer recomendações personalizadas ao entender a personalidade, tom de voz e emoção do utilizador, especializar-se numa determinada matéria dentro de aplicações ou sistemas e, ainda, interagir através de diálogo.

Segundo a IBM, nesta economia globalizada, a transformação digital e a emergência de novas tecnologias, como cloud e blockchain, fazem com que toda esta inovação tecnológica tenha impacto nos novos modelos de negócio e operacionais nos vários sectores e indústrias.

Esta tecnologia, que irá definir a forma como as transacções serão no futuro, caracteriza-se por ser imutável e transparente, fornece uma visão única da verdade a todos os intervenientes num dado contexto ou processo, ao mesmo tempo que fornece visibilidade selectiva com base nas suas credenciais.

Nenhuma parte pode modificar, excluir ou anexar qualquer registo sem o consenso de outras nessa rede ou nível. Este grau de transparência ajuda a reduzir a fraude e os erros, assim como a necessidade de as partes interagirem para seguir os dados de pagamentos e o status das políticas.

O blockchain não se aplica apenas às instituições financeiras e ode ser implementado em todo o tipo de sectores, como retalho, saúde e entretenimento, para gerir de forma mais adequada o fluxo de bens e pagamentos com maior velocidade e menos riscos.

Por exemplo, as instituições financeiras podem liquidar títulos em minutos em vez de dias, e os fabricantes podem reduzir as retiradas de produtos, partilhando o registo de produção com outras fabricantes e reguladores.

Quem participou no evento teve a oportunidade de experimentar algumas das funcionalidades práticas da inteligência cognitiva do Watson na área de demonstração, que incluiu entre outras, o Cognitive Retail, o Chef Watson, o Futebol 4.0 e o Watson Personality Insights.

Este showcase da IBM permitiu mostrar a capacidade do Watson em tarefas diárias e até comuns, como a compra de vestuário ou na confecção de novas receitas, cuja lógica e solução podem depois ser pensadas e aplicadas em áreas de negócio concretas.

O Watson Portugal Summit contou com a participação do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, de António Raposo de Lima, presidente da IBM Portugal, de alguns dos principais executivos internacionais da empresa, como Christian Kirschniak, VP and Managing Partner, IBM European Leader for Cognitive, Ulisses T. Mello, Director, IBM Research, e Louis de Bruin, Blockchain Leader Europe.

Numa parceria IBM/Expresso, o painel foi moderado por Ricardo Costa, Director-geral de Informação do Grupo Impresa e contou com personalidades, designadamente, a Isabel Vaz, CEO, Luz Saúde; Madalena Tomé, CEO, SIBS; Paulo Ferrão, Presidente do Conselho Directivo, FCT, António Raposo de Lima, Presidente da IBM Portugal e o Chef Kiko.

Via IBM.

Categorias
PCGuia Pro

Terra. Europa. Portugal. Lisboa. Elite: Dangerous. Blade Runner. Star Trek. Star Wars. Kraftwerk. Project Pitchfork. Joe Hisaishi. Studio Ghibli.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link