JogosNotíciasSoftware

Processo contra criador de software para fazer batota garante 10 milhões ao criador de LoL

Riot-New

A empresa LeagueSharp concordou pagar 10 milhões de dólares (cerca de 9 milhões de euros) à Riot Games por ter desenvolvido e comercializado ferramentas que permitiam a um jogador de League of Legends contornar os mecanismos de segurança dos servidores da editora de videojogos para ganhar vantagem ilegalmente.

Segundo a notícia do site Engadget, a LeagueSharp, que fechou as portas no passado mês de Janeiro, alegadamente utilizou uma empresa fantasma no Peru para gerir os direitos de autor das suas soluções de software e evitar os processos judiciais.

Via Engadget, PCGamer, Dot eSports.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×