Google divulga relatório anual de segurança do Android

Android-App

A Google considera crítico manter as pessoas seguras das aplicações potencialmente maliciosas (PHAs) que possam colocar em risco a informação e os dispositivos.

O trabalho em curso nesta área requer a descoberta de formas de detectar e travar as PHAs e antecipar outras que ainda não tenham aparecido.

A empresa monitoriza constantemente estas ameaças e melhorou os seus sistemas ao longo do tempo. Os dados referentes ao ano passado reflectem estas melhorias: O sistema de verificação de aplicações realizou 750 milhões de verificações diárias em 2016, uma subida face aos 450 milhões do ano anterior o que permitiu reduzir a taxa de instalação de PHAs nos 50 países com maior utilização do Android.

Em 2016, a Google melhorou as suas capacidades para parar aplicações potencialmente maliciosas e desenvolveu novas funcionalidades de segurança para o Android 7.0 Nougat e colaborou com fabricantes, investigadores e outros membros do ecossistema Android.

Segundo a Google, as actualizações de segurança são destacadas regularmente como um dos pilares da segurança mobile. Mais de 735 milhões de dispositivos de mais de 200 fabricantes receberam uma actualização da plataforma de segurança em 2016. Cerca de metade dos dispositivos em utilização no final de 2016 não recebeu uma actualização de segurança da plataforma no ano anterior.

A Google revelou ainda que está a trabalhar para aumentar as actualizações de segurança dos dispositivos ao simplificar o seu programa de actualizações de modo a tornar mais fácil aos fabricantes a disponibilização dos patches de segurança e de actualizações A/B.

Via Google.