Notícias

Herdeiro da Samsung detido por suspeita de corrupção

Samsung-Door-01

O site The Next Web avança que na passada quinta-feira as autoridades policiais sul-coreanas detiveram Lee Jae-yong, vice-presidente da Samsung Electronics, no âmbito de uma investigação por corrupção e tráfico de influência.

O executivo é acusado de ter, alegadamente, pago o equivalente a 33,7 milhões de euros a Choi Soon-sil, uma confidente da ex-Presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, em troca de favores políticos.

Segundo a mesma notícia, Lee Jae-yong, que vai permanecer sob custódia enquanto aguarda julgamento, já negou as acusações de que é alvo mas admitiu que a empresa ofereceu um cavalo, no valor de 750 mil euros, à filha de Choi Soon-sil.

Via The Next Web, Bloomberg.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×