EventosNotícias

Acelerador Startup Nano arranca com quatro startups

Startup-Nano-New

O Startup Nano, promovido pelo Laboratório Ibérico Internacional (INL) e pelo Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes (CeNTI), em parceria com a Startup Braga e a Universidade do Minho, recebeu as primeiras quatro startups para incubação e aceleração – Easy Biopsy, Go Clean, Best Health e Graphenest.

A primeira edição do acelerador focado em nanotecnologia recebeu candidaturas de quatro países e várias tecnologias foram escolhidas para validação: a Onol, com um novo suplemento alimentar com base de microencapsulamento de canabinóides; a Nesto, com um sistema IoT para distribuição de gás; Alkosense, com um sistema de monitorização de álcool por via cutânea; a EasyBiopsy, um sistema ‘point of care’ para detecção de metástases de cancro; a GoClean, com um filtro para remoção de metais pesados da água; e a BestHealth, com um penso para aplicação médica sem o uso agressivo de cola para aderir à pele.

A Graphenest, uma startup que desenvolve tecnologia para a produção em larga escala de grafeno para as mais diversas aplicações industriais, entrou directamente para a fase de aceleração, juntando-se aos vencedores da fase anterior: Easy Biopsy, GoClean e Best Health.

Desde a ideia até à concretização do negócio para o mercado global, às startups é-lhes oferecido acesso a laboratórios e equipas especializadas em nanotecnologia e é no Laboratório Ibérico de Nanotecnologia (INL) onde se fixam: uma infraestrutura internacional singular em nanotecnologia construída em Braga, pelos Governos de Portugal e Espanha.

Arrancará, já este ano, uma nova edição que volta a procurar as ideias que usem nanotecnologia em diversas áreas.

Via INL, CeNTI, Startup Braga, Universidade do Minho.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×