Mercados

Tradiio já atingiu o objectivo da sua campanha de crowdfunding

Tradiio site

A startup portuguesa Tradiio conseguiu concluir a campanha de crowfunding feita através da Seedrs. Com isto, a plataforma de streaming de música, que pelo meio ainda permite apoiar artistas, torna-se na empresa portuguesa a conseguir a maior operação de financiamento de sempre na Seedrs.

A uma semana do final da campanha, a Tradiio já ultrapassou o seu objectivo de financiamento: 600 mil euros por 13% do capital da empresa. À hora de escrita desta notícia, o valor investido era já de 635 532 euros. Com estes 13%, a avaliação feita da empresa atinge os 4 milhões de euros, numa ronda de investimento que juntou mais de 120 investidores.

De acordo com o comunicado divulgado, a Tradiio atingiu 37% do seu objectivo no primeiro dia de campanha. Para Álvaro Gomez «é motivo de satisfação ter conseguido concluir com sucesso aquela que é a maior campanha de financiamento através do modelo de crowdfunding e de ter conquistado tanto interesse na comunidade de investidores em todo o mundo. Agora vamos dar seguimento ao plano de internacionalização da Tradiio nos Estados Unidos a partir de Los Angeles», revela o CEO da Tradiio.

Para quem não conhece, a Tradiio é uma plataforma portuguesa, fundada em 201, com um forte foco na música, tanto na vertente de descoberta musical, como no financiamento de artistas. Ao ligar os fãs aos músicos, através dos círculos, é possível apoiar os artistas com valores específicos mensais, que podem traduzir-se em pagamento de horas de estúdio e muito mais, em troca de conteúdos exclusivos.

Um exemplo prático: apoia o seu artista favorito com cinco euros por mês. Isso pode traduzir-se em acesso privilegiado a uma nova música ou até a um bilhete para um concerto, agradecimentos num novo trabalho e por aí fora.

Actualmente, a Tradiio já liga fãs a músicos em Portugal, Brasil e Inglaterra. Com este overfunding da campanha, o próximo país no mapa também fica do outro lado do Atlântico: os Estados Unidos.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×