NotíciasSegurança

Spam malicioso atingiu máximo de dois anos em três meses

spam-side-01

De acordo com o relatório Kaspersky Lab ‘Spam and Pishing Q3’, os produtos da empresa bloquearam 73.066.751 tentativas de ataque com anexos infectados. Isto, segundo a Kaspersky Lab, representa o maior volume de spam malicioso deste o início de 2014 e um aumento de 37% face ao registado no trimestre anterior. A maioria das ligações era ransomware do tipo trojan downloaders.

Após alguns meses relativamente estáveis, a percentagem de spam no fluxo global de e-mails aumentou. A média para o trimestre era de 59,19%, um aumento de cerca de dois pontos percentuais relativamente ao trimestre anterior, o que significa que cerca de 6 em 10 e-mails recebidos são spam não solicitado. Além disso, a percentagem de spam no fluxo global de Setembro atingiu o máximo anual e fixou-se em 61,25%.

Além da distribuição de ransomware, os spammers tentaram seduzir as vítimas para sistemas de fraude, oferecendo-lhes a oportunidade de testar produtos, incluindo acessórios domésticos bastante caros ou tecnologias de ponta.

A Índia passou para o topo da lista de países que geram spam, com cerca de 14,02% de e-mails de spam enviados a partir de lá. Isto representa um aumento de 4,4% relativamente ao trimestre anterior.

A Alemanha continua a ser o país escolhido pelos spammers, com 13,21% de utilizadores afectados por e-mails com spam, com mais 1,48% do que no segundo trimestre. O Japão acabou o trimestre como o segundo país preferido pelos spammers (8,76%), um aumento de 2,36%; a China (8,37%) é terceira.

O país onde foi registada a maior percentagem de utilizadores afectados por ataques phishing, foi, mais uma vez, a China (20,21%), seguida do Brasil (18,23%) e dos Emirados Árabes Unidos (11,07%).

Via Kaspersky Lab.

PCGuia
Luis Vedor
Terra. Europa. Portugal. Lisboa. Elite: Dangerous. Blade Runner. Star Trek. Star Wars. Kraftwerk. Project Pitchfork. Joe Hisaishi. Studio Ghibli.

1 comentário

  • A comunidade cybertauta responsável por valorizar a segurança de email, ainda não aprendeu com os sucessivos erros que têm gerado os Biliões de prejuízos nestes últimos 40 anos de email.
    O projeto P2T está à procura de potenciais interessados em fazer parte da equipa que se compromete a acabar de uma vez com estes problemas associados ao spam de email.
    Visite-nos em p2t.email e faça uma análise daquilo que nos comprometemos a solucionar.

Os comentários estão encerrados.

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia e fique a par das últimas notícias, dicas e truques de hardware e software.
Subscrever
close-link