Metade dos dispositivos móveis em todo o mundo está em risco de sofrer um ataque cibernético

phone-security

O último estudo da Kaspersky Lab mostra que metade dos dispositivos móveis em todo o mundo está em risco de sofrer um ataque cibernético, uma vez que a protecção não é adequada. A pesquisa conclui que há falta de informação sobre como proteger devidamente o aparelho.

Divulgado esta semana, e para apoiar a campanha da Europol para a consciencialização do malware – no âmbito do Mês Europeu da Cibersegurança -, a pesquisa foi levada a cabo pela Kaspersky Lab para perceber quão conscientes estão as pessoas sobre as ameaças a que estão sujeitas quando navegam online nos seus smartphones e como se devem proteger.

De entre os 12 mil inquiridos em 21 países, descobriu-se que apenas 57% dos utilizadores de tablets têm uma solução de segurança instalada, descendo para 53% quando falamos de smartphones. O estudo identificou que as pessoas tendem a proteger mais os seus computadores (88%) do que os dispositivos móveis.

O estudo mostra que os utilizadores não estão devidamente informados relativamente à necessidade de protegerem os seus dispositivos móveis com uma solução de segurança.

Enquanto 54% pensa que os desktops e laptops precisam, definitivamente, de um software de segurança, apenas 42% pensa o mesmo relativamente aos seus smartphones e tablets. Um em cada cinco utilizadores (21%) não está sequer consciente de que o malware pode atacar dispositivos móveis.

Algumas pessoas protegem, realmente, os seus dispositivos móveis. No entanto, a maioria utiliza apenas passwords – 81% tem uma password para o computador e 82% protegeu o seu smartphone desta maneira. Só 41% dos consumidores têm os seus dispositivos móveis protegidos com password e com uma solução de segurança.

O estudo mostra que, de entre os utilizadores que já enfrentaram ameaças online, 18% já teve o seu smartphone Android infectado, e 22% dados pessoais interceptados.

Via Kaspersky Lab.