Verizon comprou a Yahoo

A Verizon, que já é dona do AOL, comprou a Yahoo por uma quantia de 4,83 mil milhões de dólares, algo como 4,40 mil milhões de euros.

Esta compra inclui também o segmento de publicidade da Yahoo, assim como os conteúdos, o motor de busca e também as actividades em mobile. Ficam de fora deste negócio milionário as participações da Yahoo em negócios como a Alibaba ou a Yahoo Japão.

As participações da Yahoo nestes dois mercados valem vários milhares de milhões de dólares. No caso da participação de 15% da Yahoo na empresa chinesa Alibaba, são mencionados valores de 31,2 mil milhões de dólares. No caso da participação de 34% na Yahoo Japão, os valores rondam os 8,3 mil milhões de dólares.

De fora da compra fica também o portefólio de patentes da da Yahoo, que representa um montante de um milhar de milhão de dólares. Por seu turno, e de acordo com uma fonte citada pelo site TechCrunch, os escritórios do Yahoo em Sunnyvale foram incluídos na venda.

No ano passado, a Verizon adquiriu o AOL por 4,4 mil milhões de dólares, cerca de 4 mil milhões de euros. Agora, tudo aponta para que a Verizon faça uma fusão entre a Yahoo e o AOL, para criar um novo gigante publicitário na Internet.

Através de um comunicado oficial, a Verizon justificou a aquisição com o alcance global da Yahoo – a empresa chega até um milhar de milhão de pessoas, sendo que 600 milhões desse bolo são utilizadores mobile. Além disso, a Verizon aponta também os números de utilizadores de email Yahoo como uma vantagem, com 225 milhões de utilizadores activos. Outro dos pontos em destaque para a Verizon é a tecnologia de publicidade e analítica.

Em Fevereiro deste ano, a Yahoo já tinha anunciado que estaria a analisar várias propostas de compra. Entre os interessados estavam também a AT&T e um grupo de investidores liderado por Dan Gilbert, fundador e chairman da Quick Loans.