portugalcasino.pt

PandaLabs publica relatório sobre segurança

PandaLabs-New

No último relatório trimestral do PandaLabs, o laboratório anti-malware da Panda Security, são analisadas as 18 milhões de novas variantes de malware detectadas este trimestre, numa média diária de 200 mil ameaças.

Os Trojan mantêm a liderança na lista de malware capturado, com destaque, nesta categoria, do aumento de ataques de ransomware. O dinheiro é sempre a principal motivação do crime cibernético. Este pode ser executado de diversas formas; através de ransomware, roubo de informação de empresas e utilizadores e, por vezes, através de ataques direccionados a bancos.

O Team Skeet, um website de distribuição de vídeos pornográficos, sofreu um ataque no qual foram roubados os dados de 237 mil utilizadores, incluindo as suas moradas. Esta informação está a ser vendida no mercado negro por um valor de 400 dólares por credencial (360 euros).

Outro dos roubos mais disseminados e populares dos dias de hoje são os que afectam os terminais POS, tal como o PunkeyPOS. O PandaLabs descobriu um ataque realizado com este malware e que infectou mais de 200 restaurantes nos Estados Unidos, roubando a informação dos dados de cartão de crédito utilizados nestes estabelecimentos.

O PandaLabs prevê um aumento nos gastos com a Internet das Coisas (IoT) por parte das empresas. A consultora Gartner publicou um relatório sobre a segurança na IoT. Este documento prevê que até 2020, 25% dos ataques a empresas envolvam dispositivos IoT. Espera-se que até ao final deste ano, 6,4 mil milhões destes dispositivos estejam ligados à rede (mais 30% do que em 2015).

Via Panda Security.