Número de ataques ransomware dirigidos a dispositivos Android multiplicou-se por quatro num ano

Ransomware-02

O número de ataques ransomware dirigidos a dispositivos Android multiplicou-se por quatro num ano, afectando mais de 136 mil utilizadores em todo o mundo.

O relatório sobre o panorama das ameaças ransomware, realizado pela Kaspersky Lab, abrange um período de dois anos, dividido em duas partes de 12 meses cada: de Abril de 2014 a Março de 2015 e de Abril de 2015 até Março de 2016.

O ransomware é um tipo de malware que impede o acesso à informação armazenada no dispositivo móvel da vítima mediante o bloqueio do ecrã com uma janela especial ou uma mensagem cifrada de arquivos importantes. Depois, solicita dinheiro ao utilizador para recuperar esses dados.

A Alemanha, o Canadá, o Reino Unido e os Estados Unidos são os países que apresentam uma maior percentagem de utilizadores afectados pelo ransomware em Android. Apenas quatro grupos de malware foram responsáveis por mais de 90% dos ataques registados no período apresentado. São os grupos malignos: Small, Fusob, Pletor e Svpeng.

Com o objectivo de se proteger dos ataques móveis de ransomware, a Kaspersky Lab recomenda restringir a instalação de aplicações de fontes distintas às lojas oficiais. No caso da instalação de apps provenientes de fontes não oficiais, ter cuidado com as licenças da aplicação que se solicita.

A Kaspersky Lab recomenda ainda utilizar uma solução de segurança fiável, que seja capaz de detectar o malware bem como ligações malignas na Web.

Via Kaspersky Lab.