NotíciasSegurança

40% das vítimas paga aos hackers para que restaurem os seus arquivos num ataque de ransomware

Ransomware-New-02

Segundo dados retirados de uma pesquisa anual da Kaspersky Lab e do B2B Internacional, que analisa o comportamento dos utilizadores de Internet na mesma, o valor médio dos arquivos armazenados nos dispositivos dos utilizadores duplica, normalmente, o da recuperação que costumam pedir aos hackers relativamente à desencriptação dos dados afectados pelo cripto-ransomware.

Estes números explicam porque é que tantas pessoas estão dispostas a pagar aos hackers e, uma vez mais, mostram a necessidade de adopção de medidas preventivas contra as ameaças online.

Os programas malignos desenhados para encriptar os dados pessoais e exigir um resgate pela sua desencriptação têm vindo a crescer nos últimos anos. Segundo o relatório, cerca de 40% das vítimas paga para restaurar os seus arquivos.

Isto não é uma surpresa, sobretudo se tivermos em conta que o resgate médio que pedem é de cerca de 270 euros e o valor médio dos dados que os próprios utilizadores estabelecem é de 615 euros. Por outro lado, para 39% dos entrevistados estes valores são superiores a 900 euros.

Nove em cada dez utilizadores confirmam armazenar informações pessoais importantes, como imagens, vídeos, mensagens, contactos, entre outros, nos seus dispositivos e admitem que se os perdessem não seriam capazes de recuperar nem 15% da informação que lá tinham.

Embora os utilizadores reconheçam um elevado valor nos conteúdos dos seus dispositivos, nem todos tomam medidas de segurança proactivas e, desta forma, arriscam-se a ter que pagar centenas de euros pela restauração dos dados perdidos.

Por exemplo, apenas 9 em cada 10 dos entrevistados instalam a protecção em equipamentos que trabalham com o Windows, 6 em cada 10 nos computadores Mac e cerca de um quarto (23%) não faz cópias de segurança nem dos seus arquivos mais importantes.

«O comportamento de um utilizador descuidado pode resultar numa experiência emocional desagradável, assim como numa considerável perda económica», afirma Alfonso Ramírez, Director Geral da Kaspersky Lab Iberia.

Via Kaspersky Lab.

PCGuia
Luis Vedor
Terra. Europa. Portugal. Lisboa. Elite: Dangerous. Blade Runner. Star Trek. Star Wars. Kraftwerk. Project Pitchfork. Joe Hisaishi. Studio Ghibli.
Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia e fique a par das últimas notícias, dicas e truques de hardware e software.
Subscrever
close-link