Detectados dois buracos negros que expelem gás a um quarto da velocidade da luz

ESA-X-ray-01

Uma equipa de cientistas da Universidade de Cambridge descobriu que dois buracos negros em galáxias situadas a menos de 22 milhões de anos-luz da Via Láctea estão a consumir as suas estrelas companheiras a uma taxa demasiada elevada e a expelir gás a um quarto da velocidade da luz.

Para chegar a esta conclusão, a equipa de cientistas utilizou os dados obtidos pelo observatório espacial XMM-Newton da Agência Espacial Europeia (ESA). A equipa descobriu que os raios-x emitidos pelos corpos celestes NGC 1313 X-1 e NGC 5408 X-1 estão envolvidos pelo gás que flui para o exterior a uma velocidade de 70 mil quilómetros por segundo, quase um quarto da velocidade da luz.

A equipa espera que a recolha de mais dados possa esclarecer a natureza física destes objectos peculiares.

Via Redorbit, Nature.

Exit mobile version