Reportagem PC Guia

Fundação PT assina memorando de cooperação para a inclusão

Num esforço conjunto para que a inclusão de pessoas com deficiência esteja na ordem do dia, a Fundação PT, o Instituto Nacional para a Reabilitação, a Secretaria de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência e a Secretaria de Estado das Infraestruturas assinaram o primeiro memorando de cooperação para a inclusão de pessoas com deficiência.

A assinatura deste protocolo está integrada com a estratégia do programa Europa 2020. Na prática, com este memorando, as quatro entidades comprometem-se publicamente a promover a inclusão, através da acessibilidade tecnológica, dentro das suas esferas de actuação.

Antes da assinatura do memorando, houve espaço para um debate intitulado ‘Comunicação Para Todos’, onde várias entidades ligadas à inclusão de cidadãos com deficiência, entre as quais esteve presente Ida Brandão, responsável pelo projecto TeleAula, do Ministério da Educação, que permite que alunos impossibilitados de ir à escola consigam acompanhar as aulas.

Actualmente, a Fundação PT já disponibiliza produtos que permitem a integração escolar, profissional e social das pessoas com deficiência e também necessidades especiais de comunicação. As soluções especiais PT incluem o PT Magic Contact, que está em actualização, conforme foi divulgado pelos responsáveis da Fundação PT. Também o Projecto Aladin, um dos projectos da Fundação, vai ser actualizado, para que possa incluir a televisão.

Há vários anos que a Fundação PT disponibiliza soluções tecnológicas neste campo: o PT Magic Contact, o Áudio Zapping, o PT Grid 2, TeleAula e o PT MagicEye.

No caso do Magic Contact, é possível através de um smartphone ou tablet que os utilizadores com limitações na motricidade fina e sem mobilidade dos membros superiores possam comunicar através da tecnologia. O Áudio Zapping possibilita a cegos e amblíopes o controlo da televisão, recebendo indicações de sons de cada acção que é feita através do comando.

Já o PT Grid permite ter um sistema de teclados virtuais no ecrã, para garantir o acesso a todos os comandos e funções do sistema operativo Windows. O MagicEye destina-se a pessoas com limitações neurológicas ou motoras, que com esta ferramenta podem controlar o computador através do olhar.

De acordo com dados estatísticos, são diagnosticados 200 novos casos de paralisia cerebral a cada ano. A importância deste memorando justifica-se com esta necessidade de, no futuro, permitir que estes cidadãos estejam integrados na sociedade tecnológica.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×