Cientistas implantam nanorobôs em ratos de laboratório

Nanorobos-01

Uma equipa de cientistas da Universidade da Califórnia em San Diego, EUA, conseguiu implantar nanorobôs, com 20 micrómetros de comprimento, em ratos de laboratório.

Estes nanorobôs, que se autodestroem sem deixar quaisquer vestígios de produtos químicos nocivos, são fabricados com um polímero e revestidos com zinco. Podem um dia vir a ser utilizados nos hospitais no tratamento de doenças gastrointestinais.

Contudo, a equipa de cientistas admite que ainda há um longo caminho a percorrer antes de esta tecnologia ser utilizada em seres humanos.

Via Engadget.