DicasGuia completoNotícias

Como começar a gravar vídeos a partir do seu ecrã

O que é o screencasting?

Trata-se do processo de gravação de tudo o que se passa no seu ambiente de trabalho, colocar voz-off e depois fazer o upload desse vídeo para o um site de partilha de vídeos como o YouTube ou o Vimeo.

Este é um método eficaz de educar as massas que estão permanentemente ligadas à Internet. Quer mostrar como se instala software ou como se remove uma impressora? Grave um vídeo e partilhe-o.

O screencasting também pode ser usado para gravar jogos que não usem o sistema DirectX.

Existem muitos programas de gravação de ecrã por aí, na sua grande maioria a pagar; neste tutorial, a ideia é fazer o mesmo mas sem gastar um tostão porque os tempos não estão para grandes aventuras.

[toggles behavior=”accordion”]
[toggle title=”Vai precisar de”]

Camstudio

Um software de captura e gravação dos movimentos que faz no seu computador.

Encontra-o em: bit.ly/12KjPcK

Windows Movie Maker

O programa de edição de vídeo básico para Windows.

Encontra-o em: bit.ly/15qZ4Kg

AVIDEMUX

Um programa de edição de vídeo com algumas funcionalidades avançadas.

Encontra-o em: bit.ly/1282rkW

[/toggle]
[/toggles]

1

Descarregue o Camstudio Recorder a partir do site indicado na caixa “Vai precisar de:”. Instale-o e active-o, mas antes de clicar no botão de gravação vai ter de fazer algumas configurações.

Escolha “Video Options” e defina o compressor como Microsoft Video 1.

Pode também ajustar o frame rate usando o cursor no fundo da janela se precisar de imagens com mais qualidade, mas tenha em atenção que quanto maior for o frame rate, maior será o vídeo e mais recursos vai consumir enquanto grava.

Não faça mais nada neste ecrã. Depois vamos passar para o áudio. Está no mesmo menu “Options”. Escolha

a fonte de áudio, que normalmente é o microfone do computador, e escolha o volume. Teste o áudio para ver se não está baixo demais.

Volte ao menu “Options”, aceda à opção “Program Options” e certifique-se de que a opção “Save Settings on Exit” está ligada. Depois ligue a opção “Do not play AVI file when the recording stops” para impedir o programa de reproduzir a gravação automaticamente quando clica no botão para parar de gravar.

Por fim, escolha a pasta no seu disco onde os vídeos vão ser gravados e opte pela opção de escolher o nome dos ficheiros a gravar.

A última coisa a fazer é certificar-se de que a opção “Region” (que define a área do ecrã a gravar) está ligada para Full Screen (ecrã inteiro) e que a paragem automática da gravação está desligada.

Depois de tudo isto está pronto a graver tudo o que se passa no ecrã. Não se esqueça de uma coisa, o espaço em disco é essencial quando se trabalha com vídeo digital. Se estiver a gravar um ecrã 1080p, sete minutos de vídeo correspondem a 1 GB.

Camstudio

2

Dica para os principiantes. Respire antes de falar quando inicia a gravação.

O espaço a mais pode ser removido facilmente na montagem. Clique no botão de gravação, arrume as janelas, certifique-se de que está tudo pronto e comece a gravar os movimentos do rato e a voz. No final deixe também alguns segundos.

De seguida abra o seu filme no Windows Movie Maker (veja a caixa “Vai precisar de:”) para cortar aqueles bocados a mais no início e no fim dos vídeos.

Comece por procurar onde quer que o vídeo comece, de preferência depois de esconder a janela do Camstudio Recorder. Não se esqueça de que o video deve começar ao mesmo tempo que o áudio, ou seja, a sua narração.

Pode usar os atalhos de teclado “J” e “L” para passar o vídeo frame a frame para descobrir o sítio exacto onde quer que comece. Quando descobrir o local certo clique no separador “Edit” e clique no botão “Set Start Point”. Repita o processo para o final do vídeo.

Depois de cortar o excesso de video deve guardá-lo num formato que ocupe menos espaço. Aceda ao menu “File” e escolha “Windows 7 (1080p) ou (720p)” dependendo da resolução do seu ecrã.

windows-movie-maker

Guarde-o no formato MPEG-4/H.264 e não em Windows Media Video File (WMV).

A conversão de formato vai demorar um pouco, mas no final vai ver que o ficheiro encolheu para cerca de um décimo do tamanho que tinha.

Ponha-o a tocar para ver se há algum problema. Se a sua montagem falhou, volte ao ficheiro original e repita o processo.

3

A principal razão porque fizemos a conversão do vídeo através do Movie Maker foi para evitar potenciais incompatibilidades com o Avidemux.

Instale-o, execute-o, arraste o seu filme para a área de edição e clique em “Play” para ver se está tudo bem.

Se o programa crashar quando tenta ver o seu filme vá às preferências do programa que estão no menu “Edit” e escolha “Default Raster” para o método de reprodução de vídeo. Reinicie o Avidemux e volte a carregar o seu filme. Uma das melhores funcionalidades do Avidemux é o suporte de filtros. Estes filtros permitem fazer muitas alterações aos seus vídeos, como cortar zonas e colocar legendas. Abra o ecrã dos filtros a partir do menu “Video” e clique no grupo “Transform” no painel do lado esquerdo.

Avidemux

No seu filme há muito espaço à volta da janela de que está a falar, por isso vamos cortá-lo do vídeo. Basta inserir os valores para dimensionar os quarto lados da caixa onde o vídeo não vai ser cortado (a parte que será retirada fica verde). Arraste o rato pela timeline para ver se tudo está como deve ser.

Escolha o formato MPEG-4 AVC (x264) e configure o modo de codificação para Average Bitrate (Two Pass). Defina a saída de áudio para MP3 (lame) e depois clique no botão “Save Video” para criar o seu filme final. Depois é só ligar-se à sua conta do YouTube para fazer o upload da sua criação.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×