Como usar o restauro de sistema do Windows em 8 passos

Quem usa computadores há algum tempo já sabe que podem aparecer problemas com muita facilidade. São máquinas complicadíssimas em que a mais pequena alteração pode impedir que funcionem como deve ser. Felizmente, desde o Windows XP que a Microsoft adicionou uma funcionalidade ao sistema operativo que age como uma rede de segurança, o Restauro do Sistema.

É um programa que funciona em segundo plano, criando regularmente instantâneos das definições do sistema operativo a que se chamam Pontos de Restauro do Sistema.

Se começar a ter problemas com o PC, escolha um ponto de restauro criado numa data anterior ao começo dos problemas. Assim, as definições do seu computador regressam ao estado em que estavam antes de os problemas começarem, fazendo com que a sua máquina volte ao seu funcionamento normal.

Recuperar as definições do sistema

recuperar_5 restauro_1

1. Lance o Restauro do Sistema

Antes de recuperar o sistema terá de lançar o programa de restauro do sistema. No Windows 8 vá ao canto inferior esquerdo do ambiente de trabalho e clique com o botão direito do rato. Escolha “Sistema” e clique no link “Definições Avançadas do Sistema”, no painel da esquerda. Se usa o Windows Vista ou 7, escreva “restauro do sistema” na caixa de pesquisas e prima “Enter”.

 restauro_2

2. Analise os programas afectados

A utilização do Restauro do Sistema não afecta os ficheiros que tenha criado. Os programas e drivers instalados recentemente, no entanto, podem ser desinstalados, pois podem estar na raiz do problema. Clique em “Seguinte” e escolha um ponto de restauro. Clique em “Procurar os Programas Afectados” para ficar a saber o que será removido quando fizer o restauro.

 restauro_3

3. Seleccione um ponto de restauro

É importantíssimo escolher o ponto de restauro mais adequado. Se for muito longe pode anular definições e programas que não causaram nenhum problema. Pode ver na lista a altura e a razão porque cada um foi criado, o que pode ajudar. Clique em “Mostrar Mais Pontos de Restauro” para ver os pontos mais antigos.

 restauro_4

4. Confirme o ponto de restauro

Seleccione o ponto de restauro e clique em “Seguinte”. Agora confirme a selecção e crie um disco de reposição da palavra-passe se quiser alterar regularmente a palavra-passe, pois o restauro do sistema pode voltar para uma altura em que usava uma palavra-passe diferente. Para começar a reposição, clique em “Concluir”.

 restauro_5

5. Verifique o sistema

Quando o processo de restauro do sistema começar, não será possível pará-lo. O Windows aplica as alterações e reinicia. Depois aparece uma caixa de diálogo indicando que o restauro do sistema foi concluído com êxito. Verifique bem se o problema que tinha foi resolvido.

 restauro_6

6. Anule as alterações

Se o problema não for resolvido, ou se até piorou, pode ainda assim anular as alterações todas. Abra o restauro do sistema como indicámos no primeiro passo e seleccione “Anular o Restauro do Sistema”. Se essa opção não aparecer, clique em “Seguinte”. Na descrição escolha “Operação de Restauro” e, em “Tipo”, escolha “Anular”. Seleccione isso e clique em “Seguinte” e em “Concluído”.

 restauro_7

7. Crie um ponto de restauro do sistema

Se for fazer alguma coisa extremamente complicada no PC, vale a pena criar um ponto de restauro para onde possa regressar se as coisas correrem mal. Clique com o botão direito do rato no canto inferior esquerdo do ambiente de trabalho, escolha “Sistema” e depois clique no link “Definições Avançadas” e escolha o separador “Protecção do Sistema”. Clique então no botão “Criar”. Escreva uma pequena descrição e clique outra vez em “Criar”.

 restauro_8

8. Aqui tem um PC sem problemas

Deverá ter agora um PC a funcionar como deve ser, tal como dantes, sem que os seus ficheiros e fotografias tenham sido afectados. O Windows continua a criar pontos de restauro do sistema em segundo plano sempre que fizer alterações. Não se preocupe se as coisas correrem mal e começar a ter problemas. É só voltar a usar o Restauro do Sistema.