Cabovisão OneBox pode receber leitor de Blu-ray e disco rígido até 500GB

A empresa de triple-play promoveu hoje um encontro com os jornalistas onde traçou os objectivos de expansão e comerciais para os próximos tempos. Os responsáveis da Cabovisão apresentaram ainda...
cabovisão onebox

A empresa de triple-play promoveu hoje um encontro com os jornalistas onde traçou os objectivos de expansão e comerciais para os próximos tempos. Os responsáveis da Cabovisão apresentaram ainda a nova OneBox, que se apresenta como um verdadeiro centro de entretenimento.

Com cerca de 250 mil clientes e mais de 900 mil casas preparadas para receber sinal, a Cabovisão quer distanciar-se cada vez mais da imagem da ‘empresa de TV por cabo de Setúbal’. João Zúquete da Silva, CEO, mostrou que a linha da Cabovisão conta já uma parte assinalável do País, apenas não chegando à região do Grande Porto e outras cidades mais a Norte como Braga e Bragança.

Ao contrário de outras operadoras que se afirmam no mercado por levarem a fibra mesmo até casa, a Cabovisão aposta noutro tipo de oferta. João Zúquete da Silva considera que a fibra está sobrevalorizada e que o cabo ainda «tem muito para dar». O CEO dismistificou, durante a apresentação de hoje, em Lisboa, o desempenho da fibra no serviço de triple-play da Cabovisão, optando por dar mais valor à «consistência do serviço» que à importância da fibra para levar sinal de TV e internet.

cabovisão onebox

A Cabovisão anunciou ainda que é dona de 100% da sua rede e que não subcontrata serviços a nenhuma outra operadora, como é o caso por exemplo, da Vodafone, cuja estrutura está assente e dependente da linha da PT. O CEO assume ainda que este factor acabou por atrasar um pouco a expansão da Cabovisão em Portugal.

O serviço da Cabovisão está baseado num “produto-estrela” que a empresa garante ser único em Portugal: a OneBox. Apelidada como a “revolução”, este equipamento concentra em si todas as funcionalidades da oferta comercial da Cabovisão: TV, Internet e telefone fixo.

Esta set-top box funciona ainda como um autêntico media center, já que conta com quatro entradas USB onde podemos ligar pens e discos rígidos externos para ver fotografias, ouvir músicas e ver vídeos em praticamente «todos os formatos», disse João Zúquete da Silva.

Curioso é o facto de a OneBox (feita pela Sagem) poder ainda receber uma drive Blu-ray da Panasonic que consegue ler filmes em 3D a 1080p (Full-HD) e um disco rígido de 160 ou 300GB (com estes extras, a mensalidade de aluguer da box é de 15 euros). Estes extras podem ser pedidos pelo cliente ou levantados numa loja Cabovisão e instalam-se em baías próprias que a caixa tem nas suas laterais.

cabovisão onebox

O comando remoto da OneBox tem um teclado full QWERTY na parte de trás.

A OneBox concentra em si as funcionalidades de sinal de TV, servindo ainda de router Wi-Fi (tem ainda quatro portas Ethernet) e de estação para ligar dois telefones que podem ter dois números diferentes. Esta concentração de serviços numa única caixa «poupa energia, espaço e é única em Portugal», garante João Zúquete da Silva. Esta caixa conta ainda com quatro sintonizadores de TV que permitem a visualização de dois canais em simultâneo no mesmo ecrã enquanto os outros dois podem ser usados para gravar duas emissões ou programas diferentes.

A OneBox é ainda vendida com um comando remoto de dupla face que, segundo a Cabovisão, é também o único do género em Portugal. A parte de cima tem o aspecto igual a um comando comum, mas se o virarmos ao contrário ficamos com um teclado full QWERTY, o que elimina a necessidade de termos de lidar com teclados virtuais ou pressionar as teclas numéricas várias vezes para escrever. Em breve a OneBox vai receber um processador novo (a actual tem um Intel Atom de 2010) e receber um update que lhe vai permitir fazer streaming de e para um PC ligado na mesma rede.

Actualmente, o serviço da Cabovisão conta com 150 canais digitais e Internet até 360Mbps. Num futuro próximo a empresa quer atingir um milhão de casas preparadas para receber sinal, fazer crescer a oferta de canais digitais e vai criar novos serviços interactivos, bem como apps para tablets e smartphones.

João Zúquete da Silva levantou ainda o véu sobre uma nova oferta «diferenciadora» de Internet que deverá apostar em pacotes de velocidade diferenciados para clientes com necessidades específicas. A PC Guia sabe que entre as novidades estará uma oferta para gamers, onde a latência será muito baixa. Esperam-se ainda pacotes de Internet especialmente indicados para quem faz muitos downloads ou apenas para quem quer usar a Web de forma básica ou pontual, como aceder ao e-mail ou às redes sociais.

Categorias
HardwareInternet

Jornalista de tecnologias desde 2005, tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil. Gosta de carros rápidos e de hotéis caros. Não tem um helicóptero porque decidiu gastar o prémio do último Euromilhões no desenvolvimento de um smartphone de marca própria.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link