Sharp poderá vir a reduzir efectivos

Logo Sharp

A Sharp poderá despedir 5000 funcionários como parte de um plano de recuperação com a duração de três anos. Segundo o jornal nipónico The Asahi Shimbun, o número de executivos daquela empresa será reduzido para metade. O número de funcionários na sede da Sharp, situada em Osaka, Japão, será reduzido também em 50%. A onda de despedimentos atingirá também as divisões da empresa situadas na China e na Malásia.
Segundo a mesma notícia, num esforço para aumentar os lucros, a empresa vai focar as suas atenções na produção de ecrãs para smartphones, assim como na produção de televisores de alta definição de grandes dimensões e de televisores Ultra HD.
A Sharp irá anunciar oficialmente o plano de recuperação esta semana.