EUA acusam governo Chinês de actividades de ciberespionagem

Spy 01

Uma notícia da CNET dá conta que um relatório do Pentágono apresentado esta semana refere que o governo e as forças militares chinesas estiveram envolvidas em actividades de ciberespionagem, que tiverem como alvos preferenciais o governo dos EUA e as redes de computadores de várias empresas.
Segundo o relatório, em 2012 a China manteve uma campanha constante de ataques a computadores, que foi projectada para obter informações sobre a política externa do governo norte-americano e sobre os planos das suas forças militares.
Nos últimos meses o tom das acusações das autoridades norte-americanas tem vindo a aumentar de intensidade. Este relatório que foi divulgado esta semana, que utiliza uma linguagem mais forte ao ligar directamente o governo chinês e respectivas forças militares às actividades de ciberespionagem dirigidas contra o governo dos EUA, apresenta um quadro de um corpo organizado e que conta com a presença de meios sofisticados.
No passado mês de Março a administração Obama pediu à China para terminar a sua campanha “sem precedentes” de ciberespionagem, advertindo que tais actividades ameaçam fazer descarrilar os esforços para a construção de laços mais fortes entre os dois países.