Memup Kargo 2Bay

Apostada em entrar no mercado profissional, a Memup acaba de lançar o seu primeiro NAS destinado às pequenas empresas, embora tenha algumas características que acabam por piscar o olho...

Apostada em entrar no mercado profissional, a Memup acaba de lançar o seu primeiro NAS destinado às pequenas empresas, embora tenha algumas características que acabam por piscar o olho aos utilizadores domésticos.

Disponível em formato de duas ou quatro baías, o Kargo 2Bay (modelo testado) permite gerir até 512 utilizadores, com gestão de quotas e de pastas privadas, podendo usar a porta USB disponível para partilha de impressora em rede, entre todos.

A nível chassis é extremamente simples, apresentando no painel traseiro a ligação para a ficha do transformador de alimentação externa, uma porta Ethernet Gigabit e a já referida porta USB para partilha da impressora, colocação de uma pen ou disco externo, ou ligação para uma UPS, podendo a gestão da mesma ser realizada pelo painel de controlo do NAS.

No painel frontal encontramos uma porta que esconde as duas baías, neste caso ocupadas por dois discos Western Digital Green de 1TB. Estes estão configurados para funcionar em Raid 1, para protecção total, embora seja possível alterar a configuração para Raid 0, que melhora significativamente o desempenho, embora diminua drasticamente a segurança dos dados, caso um dos discos falhe.

Se a segurança dos dados chega para convencer os utilizadores profissionais, é no campo do multimédia que os utilizadores domésticos podem tirar partido deste NAS. Suportando a norma de partilha de conteúdos UpnP, é relativamente simples aceder aos seus conteúdos a partir de um computador ligado em rede, televisor ou até mesmo consola de jogos como a Xbox360.

Tem ainda suporte para actuar como servidor de iTunes, suporte para gestão de downloads via Bit-Torrent, eDonkey, HTTP e FTP. O melhor de tudo é que as suas pastas partilhadas podem ser acedidas tanto no interior da sua rede, como externamente, a partir de um endereço FTP ou HTTP.

Tudo isto é gerido por uma interface extremamente simples e intuitiva de utilizar, podendo ainda usar, se preferir, a aplicação Kargo Utility. De resto, o grande inconveniente que encontrámos neste NAS é a baixa velocidade de transferência de ficheiros, mesmo utilizando uma ligação Gigabit, embora acreditemos que em parte, o culpado possa ser o sistema Raid 1, pré-configurado de origem.

Categorias
ArmazenamentoReviews

Editor da revista PCGuia, com mais de 10 anos no mercado de publicações tecnológicas. Grande adepto de tudo o que seja tecnológico, ficção científica e quatro rodas.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link