ArmazenamentoReviews

LaCie 2Big 4TB Thunderbolt

A 24 de Fevereiro de 2011 a Apple lançou a tecnologia Thunderbolt, um nome comercial dado a um novo tipo de ligação de periféricos desenvolvido pela Intel que tinha o nome de código Lightpeak. Originalmente, a tecnologia Lightpeak usava fibra óptica como meio de enviar e receber os sinais, no entanto devido aos custos envolvidos a Apple optou por usar cabo de cobre em vez do óptico nas interfaces Thundebolt.

As ligações Thunderbolt combinam as normas PCI Express (para periféricos) e Mini DisplayPort (para monitores) num único cabo permitindo um máximo de 7 dispositivos numa cadeia. Isto que dizer que, por exemplo, pode usar um monitor com DisplayPort ou um cabo adaptador ligado a uma destas saídas.

Esta tecnologia promete 20 Gbps (Gigabits por segundo). 10 para o PCI Express e 10 para o mini DisplayPort.

Mas como acontece com muitas novas tecnologias, o espaço que vai desde o lançamento até aparecerem os primeiros produtos é um pouco longo, o Thunderbolt não foi excepção e só agora, um ano depois, é que nos chegou às mãos o primeiro periférico “não-Apple” com esta tecnologia, o disco externo 2big de 4TB da Lacie.

Este disco externo na realidade é um sistema Raid 0 ou 1 feito com dois discos de 3,5 polegadas de 7200 rpm com 32MB de cache cada da Seagate com 2TB de capacidade cada que estão instalados dentro uma caixa feita de alumínio desenhada pelo designer “de serviço” da Lacie, Neil Poulton, que já era usada nos outros modelos 2Big da marca francesa.

A própria caixa serve de dissipador de calor, o que faz com que este disco seja muito silencioso apesar de ter uma ventoinha interna.

Vem incluído um “pé” para montar o disco na vertical. Existe também, em opção, um sistema de montagem horizontal que permite a instalação de duas unidades.

Infelizmente este disco não inclui cabo de ligação ao computador. Depois de comprar o 2Big terá obrigatoriamente que ir a uma loja que venda produtos Apple originais comprar um cabo porque só eles é que o vendem. O que recebemos na nossa redacção tem uma etiqueta que indica que o cabo custa 49 euros…

Por fora

Na parte de trás da caixa estão duas ligações Thunderbolt que permitem fazer a passagem de sinal se quiser ligar vários dispositivos. Aqui estão também as entradas para os suportes dos discos que têm um fecho que os prende à caixa que pode ser aberto com uma moeda. Na parte frontal está um grande botão que quando o disco está ligado parece-se muito com o “olho do Hal 9000, o computador de 2001 Odisseia no Espaço”, a única diferença é que, em vez de ter um brilho vermelho, brilha com uma luz azul.

Segundo o manual, o botão azul serve para ligar e desligar o disco, mas o 2Big faz a gestão de energia automaticamente, quando se liga e desliga o computador, o disco faz o mesmo.

Utilização

O disco vem pré-configurado em Raid 0, para que se possa tirar o máximo de velocidade e partido dos 4TB de espaço que os dois discos oferecem, e pré-formatado no sistema de ficheiros do MacOSX, HSF+, para que possa ser usado logo quando se tira da caixa.

Se quiser a segurança da redundância do sistema Raid 1, vai ter que configurar o disco usando o Utilitário de disco do MacOS. Não se esqueça que a segurança tem um preço que, neste caso, é pago em capacidade e em velocidade. Em Raid 1 um dos discos serve para guardar uma cópia automática de tudo o que é gravado no outro, por isso a capacidade disponível utilizável passa de 4 para 2TB. Também perde velocidade porque o sistema deixa de poder escrever e ler em simultâneo.

Tivemos alguma dificuldade em pôr o disco a trabalhar, exactamente por causa do sistema de gestão de energia, quando o ligámos pela primeira vez ao nosso iMac de 27 com processador Core i5 e 4GB de memória RAM, o disco simplesmente recusou-se a arrancar. Só depois de trocar a porta em que estava ligado é que arrancou.

No nosso caso, o botão azul serve apenas para o desligar… Depois de premirmos o botão, se quisermos voltar a trazê-lo à vida temos que desligar o cabo e voltar a ligá-lo.

Mas quando se desliga ou põe o computador em modo “Sleep” e depois se volta a ligar o disco liga e desliga automaticamente como deve ser.

Para testar o 2Big Thunderbolt, usámos o programa HD Drive Speed Test que faz a simulação de escrita e streaming de ficheiros de vídeo que vão dos 256 MB até aos 2GB em várias resoluções (até 4K) e CODECs de vídeo digital.

Fizemos o teste em RAID 0 e 1 e os resultados são elucidativos da diferença de velocidade entre os dois modos de funcionamento como se pode ver pelo gráfico.

Ainda assim, este disco é rapidíssimo.

Conclusão

O preço é elevado, mas se usar um Mac para trabalhar em algo que necessite de muita largura de banda como vídeo, este Lacie 2Big é um must porque é talvez dos discos externos mais rápidos que jamais nos passou pela mão.

Se for só para fazer backups, a própria Lacie oferece soluções muito mais baratas e que fazem o mesmo.

PCGuia
Pedro Tróia
Sou director da PCGuia há alguns anos e gosto de tecnologia em todas as suas formas. Estou neste mundo muito por culpa da minha curiosidade quase insaciável e por ser um fã de ficção científica.
Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia e fique a par das últimas notícias, dicas e truques de hardware e software.
Subscrever
close-link