Prótese impressa em 3D utilizada para substituir 75% do crânio de um indivíduo

O site News.com.au noticiou que, numa operação cirúrgica que decorreu no início desta semana, uma prótese criada através da impressão 3D foi utilizada para substituir 75% do crânio de um indivíduo.
A prótese da empresa Oxford Performance Materials necessitou da aprovação de reguladores norte-americanos antes de ser aplicada.
A prótese foi criada com um polímero biocompatível, que não interfere com os raios-X, e que permite o crescimento da estrutura óssea e de novas células.
De acordo com a mesma notícia, esta empresa fez saber que pode criar próteses semelhantes no espaço de duas semanas após receber as digitalizações em 3D da área afectada do paciente.
A Oxford Performance Materials acredita que mensalmente cerca de 500 pessoas nos EUA poderiam beneficiar deste novo processo.