Microsoft corrige vulnerabilidade que permitia entrar num sistema Windows com uma flash drive USB

As últimas actualizações de segurança lançadas pela Microsoft incluíram uma correcção para uma vulnerabilidade que podia permitir a qualquer um inserir uma flash drive USB num computador com Windows e obrigar o sistema a executar um código malicioso ao nível do kernel, mesmo se estivesse bloqueado por uma password.
A empresa de Redmond classificou a vulnerabilidade como sendo importante.
De acordo com a notícia do The Verge, a gigante do software admitiu que a vulnerabilidade poderia abrir o caminho a outras formas de ataque que podiam não necessitar do acesso físico e directo a um sistema.