Microsoft Touch Mouse

Há dois tipos de utilizadores de computador: os que preferem os ratos tradicionais e os que preferem interfaces tácteis. Felizmente, para os adeptos do primeiro grupo, começamos a ver cada vez mais e melhores sistemas multi-toque no mercado, e agora, pela primeira vez no mercado de computadores pessoais, aparece um conjunto de ratos totalmente tácteis. É o caso deste Microsoft Touch Mouse que tivemos oportunidade de experimentar.

Utilizando a tecnologia BlueTrack, o Touch Mouse está preparado para funcionar em práticamente todo o tipo de texturas, como mesas de madeira irregular, alcatifas e outras superfícies, exepto vidro e espelho. Recorrendo a um minúsculo receptor, que pode ser embutido no rato para o desligar quando não está em uso, este rato não possui nenhum botão físico, sendo todo ele uma enorme superfície táctil que permite usar até três dedos ao mesmo tempo.

Em teoria, o Touch Mouse tem tudo para funcionar na perfeição no Windows 7 (não funciona em mais nenhum sistema operativo), mas algumas funções acabam por ser confusas.

Onde encontrámos os maiores problemas foi no scroll, especialmente quanto à suavidade, já que por mais lentamente que tentássemos simular o gesto de scroll acabávamos sempre por ir parar, rapidamente, ao fim da página.

De resto, o rato demonstrou um funcionamento bastante correcto, com a fácil distinção do toque de botão direito e esquerdo (com um só dedo), maximizar, minimizar as janelas e colocá-las lado a lado (com dois dedos), esconder ou abrir todas as aplicações na mesma janela (com três dedos).

Pena é este sistema consumir tanta energia, pois ao contrário do Explorer Touch Mouse, cuja bateria tem uma autonomia de 18 meses, a do Touch Mouse é só de três meses.