Logitech Touch Mouse M600

Depois de a Apple ter introduzido a tecnologia e de a Microsoft ter lançado os primeiros modelos para o mercado de computadores domésticos, estava na altura da Logitech apresentar o seu primeiro modelo totalmente táctil – e aqui está o Logitech Touch Mouse M600.

Este rato, ao contrário do modelo da Microsoft, não suporta funções multi-toque, mas garante um funcionamento simples, intuitivo e muito fluido. Este último ponto foi fundamental para o desenvolvimento do Touch Mouse da Logitech, pois o seu funcionamento é em tudo semelhante à rápida resposta de um ecrã táctil de um smartphone topo de gama, tendo o próprio corpo do rato um acabamento polido, muito idêntico ao vidro de um smartphone. O formato do corpo é bastante simples e, visto não existirem botões físicos (excepto o principal, que move todo o corpo do rato), pode ser usado confortavelmente tanto na mão esquerda como na direita.

Este M600 suporta apenas o tradicional botão direito e esquerdo, o scroll vertical e as funções de avanço e retrocesso, muito útil para a navegação na internet. O funcionamento é sempre muito preciso, e o scroll, como já dissemos, é o mais suave e fluido que alguma vez experimentámos num rato.

Como tem vindo a ser habitual, este Touch Mouse da Logitech utiliza uma ligação sem fios de 2,4 GHz, recorrendo ao nosso já conhecido receptor Unifying, que permite emparelhar até seis dispositivos compatíveis com esta tecnologia (com um só receptor).

Para alimentação, o M600 utiliza pilhas AA de 1,5 v, podendo usar duas pilhas para uma autonomia de seis meses, ou uma só pilha durante três meses, caso pretenda reduzir o peso do dispositivo, de 109 g para 80g.

Pela experiência de utilização, foi sem dúvida o rato táctil mais intuitivo que experimentámos, e o que menor periodo de habituação levou até começarmos a usá-lo diariamente.