PeriféricosReviews

HP Topshot

Com a introdução da TopShot a HP apresentou uma impressora multifunções verdadeiramente diferente do habitual, não tanto a nível de impressão, que poderia ser muito melhor, mas a nível da digitalização.

A TopShot tem uma câmara de oito megapíxeis em vez do tradicional scanner plano, algo semelhante ao que encontrámos na Lexmark Genesis, porém com uma importante diferença: a câmara está colocada numa haste com 21 cm de altura. Isto permite à TopShot digitalizar não só as habituais folhas de papel como objectos tridimensionais, sendo a imagem resultante a combinação de um total de seis fotografias, três delas tiradas com o auxílio de três flashes LED colocados em posições distintas, para eliminar as sombras na imagem.

O resultado é surpreendentemente interessante e abre as portas para um novo tipo de clientela, como escritórios de engenharia ou design, que passam a contar com um útil scanner para digitalizar trabalhos de forma rápida e simples, podendo enviá-los imediatamente por email aos clientes. Para isso servirão as diversas ligações da impressora, como a tradicional USB ou as mais versáteis portas Ethernet Lan e ligação Wi-fi.

Estas permitem ainda desfrutar dos sistemas de impressão remota como o ePrint da HP e AirPrint da Apple. Não espere no entanto que esta impressora a laser seja tão rápida como as habituais LaserJet que encontramos em muitos escritórios, pois além de não possuir modo de rascunho para poupar toner, perde bastante tempo nos intervalos de cada impressão, conforme verificámos na nossa impressão de teste.

Em suma, não é uma impressora rápida, mas é competente a nível de qualidade e tem um sistema de digitalização inovador e bastante útil para alguns utilizadores profissionais. É, na nossa opinião, uma solução com futuro.

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×