Intel anuncia plano de forma a acelerar as novas experiências em dispositivos móveis

A Intel levou a cabo uma conferência de imprensa na CES 2013 para anunciar uma nova plataforma de smartphones para mercados emergentes, detalhes sobre o próximo quad-core SoC de 22 nanómetros para tablets e o anúncio de dispositivos Ultrabook com um novo design.
A empresa apresentou um novo processador Atom de baixo consumo baseado na plataforma (anteriormente designado “Lexington”) e um smartphone com um design de referência. A Acer, Lava International e Safaricom são alguns dos clientes que já anunciaram o apoio a esta plataforma.
A nova oferta inclui várias características, tais como, o processador Intel Atom Z2420 com a tecnologia Intel Hyper-Threading que permite atingir velocidades de 1.2 GHz, com hardware de codificação/descodificação de 1080p, e suporta até duas câmaras com 5 Megapixéis. A plataforma inclui igualmente o processador Intel XMM 6265 HSPA+ com capacidade Dual Sim/Dual Standby.
Foi ainda destacada a próxima plataforma de processadores Intel Atom Z2580 (designada anteriormente de “Clover Trail +”) e que inclui o processador dual-core Atom com a Tecnologia Intel Hyper-Threading, incluindo igualmente um motor gráfico dual-core. A nova plataforma irá duplicar os benefícios de performance em comparação à actual solução (plataforma de processador Intel Atom Z2460).
Foram revelados detalhes sobre a próxima geração Atom SoC de 22 nanómetros da Intel, com nome de código “Bay Trail”, que já se encontra em fase de desenvolvimento e que deverá estar disponível no Verão. O primeiro Atom SoC quad-core será o processador mais potente, uma vez que disponibiliza duas vezes mais performance do que a actual geração de tablets da Intel. Irá incluir, igualmente, novas ofertas, melhoradas e integradas que irão permitir novas experiências para uso profissional e pessoal em dispositivos de 8mm, caracterizados pela duração da bateria- um dia – e do tempo que poderá permanecer em standby – semanas.
A Intel anunciou no passado mês de Setembro que iria acrescentar uma nova gama de processadores à sua próxima 4ª geração da família de processadores Intel Core, com cerca de 10 watts de potência. A empresa irá apresentar uma linha de processadores de baixo consumo para a 3ª geração da família de processadores Intel Core.
Estes chips, já disponíveis no mercado, irão trabalhar a uma potência de 7 watts, o que irá permitir aos fabricantes uma maior flexibilidade em designs convertíveis mais finos. Existem, actualmente, mais de uma dezena em desenvolvimento baseados na sua oferta de baixo consumo e, espera-se que estes projectos permitam uma experiência de computação completa em factores de forma móveis, incluindo tablets e Ultrabooks convertíveis. O IdeaPad Yoga da Lenovo, o Ultrabook 11S e o futuro Ultrabook destacável da ACER, estarão entre os primeiros a disponibilizar estes dispositivos baseados no novo processador da Intel, já na Primavera. A 4ª geração da família de processadores Intel Core permite que a bateria dure o dia todo.
A Intel demonstrou ainda algumas aplicações executadas pelo Ultrabook, através das quais os objectos podem ser manipulados naturalmente com o movimento das mãos, dedos, face e voz.